Greve de auditores trava mais de 3 mil caminhões na fronteira com o Paraguai

por Blog do Caminhoneiro

Uma greve de auditores agropecuários e da Receita Federal, que estão realizando uma “operação padrão”, parou a circulação de caminhões entre o Brasil e Paraguai. Cerca de 3,5 mil caminhões estão parados na região de Foz do Iguaçu, no Paraná, e Ciudad del Este, no Paraguai.

Caminhoneiros contam que viagens que levavam dois dias para serem concluídas estão levando mais de oito dias. A operação é realizada pelos auditores muito lentamente, e a espera dos caminhoneiros só tende a aumentar.

Entidades representativas do setor produtivo paranaense já solicitaram o fim da operação padrão ao Ministério da Economia, estimando que as empresas tem tido prejuízos totais de cerca de R$ 4 milhões por dia.

Os auditores fiscais pedem melhorias no salários, plano de carreira e reclamam da redução das verbas para a Receita Federal em 2022.

Caminhoneiros que estão aguardando nos pátios estão enfrentando condições precárias de alimentação e higiene, e também estão expostos ao calor da região, com temperaturas acimas dos 30ºC.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

2 comentários

O lobo solitario 12/02/2022 - 15:53

Governo sem pulso, estes nojentos da Receita Federal ganham um salário altíssimo é o trabalhador rural que produz o alimento pra todos, ganha um salário mínimo, manda as forças armadas pra lá resolver este desacerto desses nojentos, bota pra lascar em cima deles Bolsonaro

Reply
RENÊ COSTA 11/02/2022 - 23:13

ISSO AÍ É CHANTAGISTA DE MAIS , OS AUDITORES GANHAM SALÁRIOS DE MAIS RS 30.000,00 E MAIS GRATIFICAÇÕES , ISSO AÍ É UMA CHANTAGEM DE BAIXO NIVEL , PREJUDICAR OS CAMINHONEIROS BRASILEIROS QUE JÁ ESTÃO PRATICAMENTE FALIDOS PELAS ALTAS CONSTANTES DO PREÇO DO ÓLEO DIESEL BRASILEIRO. O BRASIL NÃO É UM PAÍS JUSTO.

Reply

Deixe um comentário!