Em Minas, mulher é presa por divulgar localização de blitz no Whatsapp

A Polícia Militar de Poços de Caldas, em Minas Gerais, prendeu uma mulher de 25 anos que divulgou a localização de uma blitz que estava sendo realizada na cidade.

De acordo com a PM, a operação era realizada na Rua Goiânia, que fica no bairro Jardim dos Estados, e, após o início da fiscalização, o fluxo de motoristas diminuiu consideravelmente.

Denuncias mostraram aos policiais que foram publicadas fotos e áudios no Whatsapp, destacando o local em que ocorria a blitz.

Todas as mensagens mostradas aos policiais foram enviadas nos grupos por uma mesma mulher. Com o nome e endereço da acusada, a policia realizou a prisão.

A divulgação da localização de blitz é crime, incluído no artigo 265 do Código Penal Brasileiro, que diz que esse tipo de conduta pode resultar em prisão de 1 a 5 anos.

Deixe um comentário!

Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970