Foram fabricados quase 14 mil caminhões no Brasil em maio

A produção de caminhões segue com tendência de alta, graças a mais dias trabalhados e menos paradas nas fábricas devido à escassez de componentes. No mês de maio foram produzidos 13.947 caminhões, ante 10.072 registrados em abril, um crescimento de 38,5%.

Na comparação com maio de 2021, a produção também cresceu, mas apenas 0,3%. No quinto mês do ano passado, foram produzidos 13.908 caminhões no país. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano foram registrados 58.402 caminhões produzidos, ante 60.083 do mesmo período do ano passado, uma queda de 2,8%.

“Chama a atenção a consistência do crescimento de mercado, um degrau a cada mês desde o início do ano, para vendas e produção. Exportações já largaram o ano em alta, e se mantêm assim. Como a tendência histórica do nosso setor é de um segundo semestre mais robusto que o primeiro, estamos muito otimistas quanto à manutenção desse bom ritmo de recuperação”, afirmou Márcio de Lima Leite, Presidente da ANFAVEA.

O destaque segue sendo a produção de caminhões pesados, especialmente os cavalos mecânicos. Em maio foram fabricados 6.755 unidades, e no acumulado do ano já são 27.280.

O segundo tipo mais produzido é o de semipesados, com 4.377 unidades em maio e 18.658 no ano. Leves são 1.998 registros em maio e 9.164 nos cinco primeiros meses de 2022.

A expectativa é que a produção siga crescendo ao longo de 2022, graças à estabilização nas linhas de montagem e redução dos efeitos da pandemia sobre os componentes, como semicondutores, que faltaram para diversas montadoras desde 2020.

Deixe um comentário!

Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970