Grupo Traton encerra operações da Scania e MAN na Rússia

O ataque russo ao território ucraniano, iniciado há mais de 200 dias, ainda tem trazido diversas sanções à Rússia, e também tem ocasionado a saída de dezenas de empresas daquele território.

Logo após os primeiros ataques, várias montadoras paralisaram operações na Rússia, e algumas fábricas foram estatizadas pelo Kremlin. Entre as montadoras com atividades suspensas estão a Scania e MAN, que pertencem ao Grupo Traton.

Nessa semana, as duas marcas anunciaram o encerramento total das operações no país, com a venda dos serviços de assistência técnica e de serviços financeiros na Rússia. Essa operação ainda precisa passar por aprovação de órgãos governamentais na Rússia.

Para ao Grupo Traton, o custo total dessa operação deve ser de 550 milhões de Euros. O grupo já gastou mais de 113 milhões de Euros em decorrência de despesas e prejuízos relacionados à saída da Rússia.

Apesar disso, o Grupo Traton destacou que essa medida não trará impacto negativo no lucro e no fluxo de caixa da empresa.

Deixe um comentário!

Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar