Na Fenatran, Volvo apresenta FM Electric e linha Euro 6

A Volvo chegou à Fenatran, que começou ontem em São Paulo, com sua linha completa de caminhões Euro 6, além de exibir o novo FM Electric, modelo totalmente elétrico voltado para distribuição urbana e regional, com autonomia de até 300 quilômetros.

De acordo com a Volvo, a apresentação do modelo elétrico é para mostrar o compromisso da empresa com a utilização de combustíveis alternativos. Futuramente, a empresa vai iniciar testes dos modelos elétricos com transportadores brasileiros, em diversas operações.

“Trazer o FM Electric para o Brasil é um importante marco no nosso compromisso com o transporte livre de combustíveis fósseis. A eletrificação do transporte de cargas por caminhões pesados já é uma solução viável na Europa e logo será aqui também”, afirma Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina.

O modelo tem diversas opções, sendo a mais pesada preparada para 44 toneladas de PBTC (Peso Bruto Total Combinado). O caminhão começou a ser vendido na Europa em 2019.

Ele pode receber pacotes de duas a seis baterias (180-540 kWh), dependendo do tipo de aplicação a que for destinado. Com suspensão a ar em todos os eixos, é dotado de freios de regeneração (recupera a energia quando o freio é acionado).

“É uma tecnologia bastante útil e eficiente para operações urbanas, na qual as frenagens e arrancadas são constantes”, declara Alan Holzmann, diretor de planejamento de produto da Volvo Trucks na América Latina.

A potência máxima é de 490 kW, o que equivale a 660 cavalos.

Diesel

A linha diesel vem com várias novidades, especialmente na linha F. Os novos modelos FH, FM e FMX atendem a nova norma de emissões Euro 6, garantindo consumo de combustível até 8% menor.

A Fenatran marca o início das vendas desses caminhões, que serão produzidos a partir de janeiro de 2023. Na feira, a Volvo também traz condições especiais de compra.

“Nossa geração Euro 6 está à frente do que a legislação exige, com melhorias em tecnologia e segurança e uma redução do impacto ambiental. É o nosso compromisso com a produtividade e a sustentabilidade nos transportes”, declara Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina.

“É uma linha de caminhões excepcional, repleta de novidades e com excelente eficiência energética para todas as aplicações do transporte brasileiro”, completa Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo no Brasil.

Outros modelos atualizados que estão expostos na Fenatran são os caminhões VM, que passam a ser equipados com nova motorização de 8 litros, que é projetado e produzido pela Volvo, e também recebe a nova caixa de câmbio I-Shift de 7ª geração, a mesma do Volvo FH.

O novo Volvo D8K, um motor de 8 litros com novo turbo de alta performance e injeção common rail, tem uma tecnologia supermoderna, que se ajusta para baixar as rotações para menor consumo e se adapta em altas rotações quando se precisa de mais desempenho. A nova plataforma oferece potências maiores de 290cv e 360cv, com torque de 1.050 Nm e 1.400 Nm, respectivamente.

Deixe um comentário!

Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos