Quester – O novo pesadão da UD Trucks

por Blog do Caminhoneiro

top_rangeEm 26 de agosto, a UD Trucks lançou o Quester em Bangkok – uma novíssima linha de caminhões pesados. Com o Quester, UD Trucks tem como alvo os mercados de caminhões na Ásia e em outras regiões de rápido crescimento no mundo.

O novo Quester é uma plataforma de caminhões pesados ​​completos e modernos, projetados para atender a uma ampla gama de aplicações, incluindo entre outros, mineração, construção, distribuição e transporte de longa distância. O Quester é uma robusta, confiável e eficiente linha de caminhões que combina o melhor da tecnologia mundial e a fabricação japonesa, criado e fabricado perto de seus primeiros clientes-alvo na Ásia continental.

“A UD Trucks, com uma orgulhosa tradição de desenvolvimento de caminhões de alta qualidade para o mercado japonês, tem por muito tempo exportado com sucesso caminhões para todos os mercados na Ásia, África, Médio Oriente e América do Sul. No entanto, nunca desenvolveu produtos específicos para clientes fora do Japão “, disse Joachim Rosenberg, presidente da UD Trucks. “Com o Quester, a UD Trucks está agora entrando em uma nova era com a introdução de uma gama de caminhões adicional – projetado especialmente para mercados em crescimento.”

Qualidade global projetado para mercados em crescimento

O projeto do Quester enfatiza a dedicação da UD Trucks para competir em mercados de crescimento. Com o Quester, a UD Trucks oferece um veículo acessível, que permite a personalização para a maioria das necessidades de transporte, permitindo excelente consumo de combustível e as altas velocidades médias. É o primeiro caminhão japonês que pode fornecer uma variedade tão grande de aplicações de transportes pesados ​​baseadaos na mesma plataforma. Também é a primeira vez que a UD constrói uma gama de caminhões fora do Japão, aproveitando a experiência da UD Trucks e recursos de desenvolvimento global do Grupo Volvo.

“Mais de 400 especialistas em tempo integral de diferentes nacionalidades, com diferentes conhecimentos e experiências foram envolvidos para projetar, desenvolver, validar e industrializar o Quester e seus serviços associados”, disse Joachim Rosenberg. “Temos, entre outros gastos 1,5 milhões horas de engenharia e 65 mil horas de testes para garantir que o Quester seja tão bom na vida real, como quando foi concebido pelos nossos engenheiros qualificados”.

Mais perto dos clientes

Os clientes dos caminhões UD serão apoiados por uma extensa rede de serviços e uma ampla variedade de serviços e suporte pós-venda para assegurar o trabalho de transporte eficaz. Concessionárias estrategicamente localizadas e uma rede autorizada tem se preparando para apoiar Quester com uma oferta baseada em custos operacionais mínimos, máxima eficiência de combustível e tempo de atividade.

Além do apoio Aftermarket UD, a UD Trucks vai oferecer um sistema de telemetria que permite assistência móvel, análise de manutenção preventiva e corretiva, além de agendamento de serviços. “O Quester é uma solução altamente confiável, mas se uma unidade quebra, nossos técnicos podem identificar imediatamente a localização do veículo e oferecer ajuda direta, não importa onde eles estão”, disse Joachim Rosenberg.

A produção de Quester vai aumentar durante o terceiro trimestre de 2013, em Bangkok, na Tailândia, para os mercados do Sudeste Asiático. Além de servir o mercado interno tailandês, a fábrica na Tailândia servirá como um pólo de exportação para o Sudeste Asiático e além. Num futuro próximo, o caminhão também será fabricado na China para o mercado chinês e na Índia para o mercado indiano.

Brasil

A UD Trucks é uma das marcas cotadas pelo Grupo Volvo para vir ao Brasil até 2016, para ampliar a participação de mercado nos veículos pesados. As outras opções são Renault e Mack.






COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

PEDRO ELIAS DE MEDEIROS FILHO 06/06/2014 - 16:04

AGORA QUE RENAULT PERTENCE AU GRUPO VOLVO VAI SER DIFICIL APARECER AQUI NO BRASIL

Reply
Hugo Almeida 05/09/2013 - 17:24

A renault está demorada na chegada ao brasil, são bons caminhões pelo menos na europa

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!