Conheça os efeitos e danos do rebite, muito utilizado por caminhoneiros

por Blog do Caminhoneiro

rebite

O rebite ou bolinha, muito utilizado por caminhoneiros para ficarem “acesos”, são drogas sintéticas classificadas como anfetaminas e seus derivados. Essas drogas atuam no Sistema Nervoso Central, estimulando-o a trabalhar em um ritmo mais acelerado. Assim, a pessoa consegue efetuar atividades, como dirigir, por mais tempo que o normal, sem se cansar.

Após algumas horas, o efeito passa e outra dose é necessária para se continuar os afazeres. Contudo, a cada efeito que se esgota, uma dose maior é necessária, pois o organismo já está cansado e fraco, e uma dose igual a anterior já não fará o mesmo efeito.

Assim, o indivíduo entra no ciclo dependente e crescente das anfetaminas, com doses iniciais de 1-2 comprimidos e que podem chegar a casos com mais de 20 comprimidos por dia, para se chegar ao efeito desejado.

Dentre os efeitos observados nos usuários de rebite, temos tanto alterações fisiológicas, como comportamentais. Em baixas doses, a pessoa apresenta um quadro de insônia, perda de apetite, fala rápida, taquicardia e dilatação dos olhos (este efeito é prejudicial para os motoristas, pois à noite sua visão pode ficar mais ofuscada pelos faróis dos carros em direção contrária). Contudo, com o aumento da dose surgem efeitos como aumento da pressão arterial, impotência sexual, diminuição do desejo sexual (libido), distúrbios gastrintestinais, agressão, irritabilidade, síndrome de perseguição, paranoia e alucinações.

Em indivíduos que tomam frequentemente essas drogas as consequências chegam a ser extremamente graves, pois além dos problemas cardiovasculares, células do cérebro sofrem danos permanentes, causando problemas psicológicos e neurológicos irreversíveis.

O tratamento de usuários de anfetamina é um pouco complexo e envolve uma equipe multidisciplinar (médico, psicólogo e farmacêutico, por ex.), pois esse tipo de substância causa dependência, e o usuário sofre com a Síndrome de abstinência, entrando em um estado de depressão ao suspender o uso da droga.

Por fim, analisemos a situação. Alguns caminhoneiros relatam que o pouco tempo lhes dado para a entrega da carga, seria o grande fator para que os mesmos utilizassem os rebites. Contudo, após a conclusão de que os mesmos não estão sob condições psicológicas ideais no uso da droga, poderíamos classificar o caminhão como uma arma na mão desse usuário? E os efeitos e danos irreversíveis em seu organismo, poderíamos classifica-lo como um suicida em longo prazo? E por último, por ser o rebite proibido em farmácias no Brasil inteiro, a relação entre o vendedor clandestino e o comprador poderia ser classificada como um tráfico de drogas ilícitas? E você o que acha? Opine abaixo.

Texto de: Jeferson Machado Santos
CRF-SE: 658.
Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe – UFS.
Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe – UFS.
Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.
Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

41 comentários
0

Artigos relacionados

41 comentários

Anderson 26/12/2018 - 20:09

Porque o exame toxicologico nao e pedido para todos os condutores abilitados prque conheço muitos que se drogam e sai por ai de moto louco pelos corredores das av e assim por diante

Reply
Claudio 02/11/2017 - 18:57

Sou motorista a mais de 30 anos e nunca tomei um rebite. Se o “patrão” exige o cumprimento de horários peço demissão e vou para outra empresa. Não prejudico minha saúde e segurança para enriquecer patrão.

Reply
Nelson Flores 09/07/2017 - 21:51

Vocês só falam dos caminhões porque não falam e fazem uma reportagem sobre os motoristas de carro que andam drogado e batem nos outros e matam só porque são filhos de papai

Reply
Romilda Popp 09/07/2017 - 21:04

Por inresponsaveis pois caminhoneiro de vdd não se droga

Reply
Cledson Camilo 09/07/2017 - 19:40

kkkk o loco

Reply
Arildo Pedro Rangel 09/07/2017 - 17:24

Por alguns caminhoneiros!!!!!

Reply
Taluanny Alves 09/07/2017 - 15:36

Mathias

Reply
Ricardo Saraiva 09/07/2017 - 15:23

Usados por pseudo de camioneiro por lixo irresponsável,tenho 53 anos e sempre m respeitei,nunca usei imundicia

Reply
Adenylso Schreiber 09/07/2017 - 15:16

Josi Deivid Duda

Reply
Arildo Pedro Rangel 09/07/2017 - 14:59

A matéria teria q ser assim “efeitos e danos dos baixos salários pagos aos motoristas pelas empresas ” mas isto não acontecer pq as empresas financiam a mídia eos blogs

Reply
Janies Alves 09/07/2017 - 12:39

Por caminhoneiros não . por alguns caminhoneiros .

Reply
Robson Martins 09/07/2017 - 04:35

Conversa fiada rebite é anfetaminas e não é um terço prejudicial tanto que receitam para emagrecer se guarda achar só vc falar que faz tratamento para emagrecer ou reduzir risco cirúrgico como colesterol ou glicose

Reply
António Chaves da Silva 09/07/2017 - 12:10

O povo é que ném papagaio falam o q ensinam a falar. Falam muita merda sem saber o q tá falando. Rs

Reply
Jeferson 24/09/2017 - 06:26

Falou tudo

Reply
Gilberto José Dos Santos 09/07/2017 - 02:52

Nunca usei mais tem tanta coisa no país para ir atrás , mais só perceguem o motorista os verdadeiros bandidos e traficantes ficam na boa

Reply
Marco Roberto 09/07/2017 - 02:44

Será meu Deus!!!!!

Reply
Vantuir J Ferrazza 09/07/2017 - 01:21

Na minha opinião já tá condenando a classe em geral, eu nunca usei!

Reply
Gabriel Ferreira 08/07/2017 - 23:08

O trem deixa impotente.. cuidado aos que tem mulher em casa, vamos ser mais conscientes kk

Reply
Daniel Leonardo Pires 09/07/2017 - 14:14

Kjjkkjkkkk

Reply
Nilander Araujo 08/07/2017 - 22:54
Reply
Luis Wanderlan Del Secchi 08/07/2017 - 22:06

quem tem esse pensamento fazer horario essa droga nao merece ser motorista isso saiu lei toxicologico fasia 4 semanais sao paulo nunca precisei

Reply
Luciano Silva 09/07/2017 - 08:56

Você tem razão, motorista é um caminhoneiro é outro

Reply
Luciano Silva 08/07/2017 - 21:08

Conheçam também o efeito de fazer horário sem ele.

Reply
Fabio Gonçalves 10/07/2017 - 03:41

Aí sim sei que vai morrer tudo msm tututututututu não adianta

Reply
Wilson b Lopes 08/07/2017 - 13:23

O dia que as empresas pagarem uma multa BEM cara aí sim termina o repite só querem punir motorista sepecar repite na cabina empresa manda por justa causa aí termina

Reply
Rogerim 11/06/2017 - 17:34

Tinha mesmo q acabar com drogas nas estradas mais também tinha q paga melhor esses guerreiros eu sou motorista e uso rebite pra chega no horário e quem manda né mim sou eu sou ser humano como qualquer advogado jogador de futebol e médicos tenho amores vontades e como todo ser humano vícios então vao fica na bandidagem q estão em Brasília e deixa o Caminhoneiro trabalha q rodando 24 horas quase não tá dando pra vive imagina trabalha igual vceis querem c liga quer mudar isso valoriza mais a mão de obra do motorista aí sim vc muda essa merda vceis esquecem q motorista e ser humano e tem vontades e família

Reply
Valter Facundo 11/06/2017 - 12:53

De novo esse papo furado,agora pegarao o caminhoneiro pra crucificar,vao procurar o que fazer…

Reply
Xico 04/06/2017 - 08:50

Ninguém se preocupa assim com a saúde dos outros não. Proibir o ribite e exames toxicológico. E só meio do governo arancar dinheiro dos caminhoneiros. Podia proibir era os roubos do dinheiro público que pagamos para obter saúde educação. Coisa que não temos aqui no Brasil

Reply
E.B. 04/06/2017 - 02:28

BOM O RREBITE É USADO NA MINHA FAMILIA A MUITOS ANOS MEU AVÓ ERA MAQUINISTA DA MARIA FUMAÇA ENTÃO A PRÓPRIA EMPRESA A COMPANHIA PAULISTA ENTREGAVA O REBITE PARA O MAQUINISTA NÃO DORMIR/MEU PAI CRESCEU TOMANDO REBITE DADO PELO MEU AVO EU CRESCI TOMANDO REBITE DADO PELO MEU PAI E TAMO TUDO AI TRANQUILO NINGUÉM TA DOIDO OU COM ESTAS BOBERA QUE FALA AI EM CIMA
UM DETALHE O REBITE DE ANTES SE CHAMAVA PERVENTIN AQUILO SIM ERA RREBITE SE FICAVA AS VEZES ATE 5 DIAS SEM DURMI AS VEZES NUMA VIAGEM DESCARREGAVA E CARREGAVA O CAMINHÃO DI NOVO PRA DESATOLA

Reply
betoferradura 09/02/2014 - 19:35

ceis fazem uma tempestade num copo de cachaça, a desgraça ki ta matando no brasil tem nome: politico corrupto e o desgraçado do eleitor ainda continua votando nas merdas, ta todo mundo preocupado com os pobremas alheios pra esquecerem os proprios pobremas…

Reply
ROGERIO 09/02/2014 - 13:27

o rebite é um remedio para emagrecer nada mais nada menos. usei durante 20 anos e os efeitos era ritimo acelerado do coraçãoe sem sono. Não viciei,tomava 2 comprimido por noite e mais nada sem alcool sem drodas.. O problema é que hoje em dia a galera usa cocaina e até crake ai a coisa fica perigosa.

Reply
Octávio Baptista 07/02/2014 - 21:56

Eu penso que a principal vítima é o próprio Caminhoneiro que sofre nas mãos de empresas exploradoras, tudo bem que usa quem quer mas ficar desempregado tambem não rola. No caso dos autônomos a solução seria (como todos dizem uma valorização melhor da classe) mas na verdade não é nem condições ou qualquer variável eu estou falando é de Dinheiro Toddy QSJ que é a intensão de todos já que a maioria sofre com a concorrência das grandes empresas que fazem com que o frete seja menor do que deveria e quem paga a conta no final das contas são os Herois do asfalto.

Reply
José Carlos 07/02/2014 - 20:27

Eu já bebi umas 20 piulas no dia. Será que é por causa disso que perdi meus dentes e sou meio atrapalhado???

Reply
Hugo Almeida 07/02/2014 - 13:22

Eu acho que se faz tarde já para se tomar medidas drásticas em relação ao uso de qualquer tipo de drogas por quem dirige seja qual for o tipo de veiculo,não só a galera dos pesados usa drogas mas sim também a galera das baladas e etc:, por isso a existir uma lei e um controle deverá ser para todos,se bem que nos pesados a incidência talvez seja maior, mas já vai muito tarde essa medida já deveria ter cido tomada pelos governos e autoridades competentes !

Reply
JOSELITO 18/02/2014 - 20:28

A lei já existe e é para todos, motoristas ou não, trata-se da Lei anti-drogas. O rebite é uma droga, do grupo das anfetaminas, classificada pela ANVISA como substância proscrita no Brasil. À luz desta Lei o tratamento para quem consome o rebite é o mesmo para quem consome crack, cocaína ou maconha. Da mesma forma, quem comercializa rebite é considerado TRAFICANTE….
Assim, caro Hugo, não há necessidade de uma lei específica para tratar do problema do consumo de rebite nas estradas.
Mas devo concordar com o senhor, realmente é tardia a iniciativa dos órgãos estatais em melhor fiscalizar o consumo e a comercialização deste tipo de droga. Pena que a ação dos organismos de segurança seja ineficiente, haja visto que as demais drogas, a exemplo do crack e da maconha já podem ser consideradas “onipresentes” em todos os rincões e segmentos da nossa sociedade, por isso não vejo a menor possibilidade do Estado conseguir êxito em coibir o consumo do rebite.
Se não conseguiu com as outras drogas, por que conseguirá em relação a esta?

Reply
Rogério 05/06/2017 - 09:10

Descordo do ponto q vc fala q a incidência deve ser maior nos caminhoneiros.
Pois nas festas, baladas, forró, bailes tanques é 100 vezes maior que os caminhoneiros

Reply
Moroti Bento Americo 07/02/2014 - 07:47

Para Min Quen Usa Nao Passa De Un Troxa Suiçida Que Nao Ten Amor A Sua Vida E Muito Menos A Sua Familia Continue Usando Seu Besta Suiçida!!!!!!!!

Reply
rato 07/02/2014 - 12:35

os caras uzao mane para nao matar a sua familia o troxa

Reply
Cristiano 06/02/2014 - 21:09

É verdade Luiz, a cocaína e o crack ampliam cada vez mais a presença nas estradas, talvez reflexo da proibição da comercialização do Desobesi pela Anvisa desde 2011. Se o uso não é permitido nem para a sua aplicação original, o emagrecimento através de uma cápsula ao dia, imagina o estrago que faz quando consumido nas quantidades relatadas na reportagem, quantidades que a vivência na estrada atestam a veracidade. A pergunta que fica é até quando vamos presenciar isso? Será que a única alternativa pra quem não quer estar sujeito a essas drogas é desistir da profissão? Afinal, a opção não usar nem sempre é uma escolha disponível.

Reply
Cristiano 06/02/2014 - 14:24

Rebite: O momento em que o sonho de guri, vira o pesadelo de um homem. Quem vive ou viveu o dia-a-dia das estradas sabe o quanto presente essa maldição está na vida de muitos caminhoneiros. O que eu não consigo aceitar é o fato desse medicamento de distribuição controlada chegar tão facilmente aos usuários, e olha que a quantidade não é pequena.

Reply
luiz 06/02/2014 - 17:04

cristiano, o remedio é o mesmo usado para emagrecer o pior não é esse é um pó pranco e sua pasta ok

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!