ESTRADA ASSOMBRADA 3 – Volkswagen Titan Tractor 6×2

Titan Graneleiro




Volkswagen Titan Tractor.
Essa é a máquina que piloto.
Este é um caminhão de valor.
Sua carreta, de carga eu loto.

Com ele vou para a luta
na certeza de ser vencedor.
Puxando carga, na labuta.
No Volkswagen Titan Tractor.

Sou caminhoneiro destemido
que conhece o Brasil inteiro.
Caminhão, para o trecho nascido.
Em qualquer transporte é guerreiro.

Cavalo mecânico de três eixos
puxando reboque com desenvoltura.
Bruto que encara todos os trechos.
Sou eu que a esta máquina segura.

Quando na estrada percebo
alguma situação de perigo.
Proteção Divina recebo,
pois Jesus Cristo é meu amigo.

Levando carga a granel
Soja, milho ou outro grão.
O bruto cumpre seu papel.
Justifica da marca a tradição.

Vou contar uma passagem
comigo e meu caminhão.
Foi durante uma viagem.
Eu seguia para Campo Mourão.

A noite já ia bem alta
eu em boa velocidade.
O sono não fazia falta.
Dirigia com tranqüilidade.

Eis que surge na pista
uma mulher que corria, nua.
Isso assustou este motorista.
Seria ilusão ou brilho da lua?

Os meus olhos esfreguei
pensando ser uma ilusão.
Logo a frente, não acreditei
de novo a mesma visão.

Bela mulher, em pêlo
corria pelo asfalto.
cobria seu corpo só o cabelo.
Seria, da perdição um arauto?

Logo a frente, ela parada
com o corpo desnudo.
Ali bem no meio da estrada.
O medo deixou-me mudo.

Segurei o meu rosário
invoquei Nossa Senhora.
Diante de fato extraordinário
comecei a rezar na hora.

Respirei e tomei coragem.
Parei o Titan no acostamento.
Verdade ou uma miragem?
Descobrir era meu intento.

Peguei uma boa lanterna
e lancei brilho na escuridão.
Ainda estava bamba a perna
e disparado o coração.

Aproximei-me da mulher
que apontou-me uma ribanceira.
Pensei: “Que será que ela quer”?
Para descobrir, desci a ladeira.

LEIA MAIS  Transportes Gabardo compra 55 caminhões Volkswagen Constellation

A coragem venceu o medo.
Desci aquela encosta.
Descobriria tarde ou cedo
Esta era a minha aposta.

Escondido no fundo da grota
um carro em acidente envolvido.
Perdeu-se na pista, saiu da rota.
Pelo mato bem escondido.

Estava sozinho, não havia percebido,
quando aproximei-me na escuridão.
Lancei luz naquele carro perdido,
O que vi quase parou meu coração.

No banco do motorista
havia um esqueleto ali.
De quem seria não tinha pista.
Fiquei paralisado com o que vi.

Olhando a minha volta.
A mulher não estava mais.
Grito de susto a boca solta.
Voltou para o bruto este rapaz.

Peguei o telefone celular
e para a polícia liguei.
Onde estava falei o lugar.
A chegada deles esperei.

Já era bem de madrugada,
contei aos policiais o que vi.
Pensaram ser conversa fiada.
Não acreditaram, percebi.

Foram até o carro acidentado
anotaram o número da placa.
Instituto Médico Legal chamado.
No horizonte surgia luz fraca.

Mais um dia principiava.
Precisavam de meu depoimento.
Nem eu mesmo acreditava,
imaginem a polícia naquele momento?

Tentando contornar a situação,
falei que podia ter me enganado.
Mas, da mulher fiz descrição,
e tudo foi no papel registrado.

Deixei ali na delegacia
meu telefone e endereço.
No mesmo dia, a carga entregaria.
Voltar para a estrada não tinha preço.

Entreguei a carga na cooperativa
e carregado seguiria em frente.
Na minha lembrança, ainda viva
imagem da mulher em minha mente.

Deitado na cama-leito
ouvi barulho aquela hora.
Fui ver se era algo suspeito.
A mulher, estava lá fora.

Ela aproximou-se de mim
e falou pausadamente:
“Agora posso descansar enfim,
meus restos mortais resgatado do acidente”.

Recebi beijo de agradecimento.
Eu ali paralisado de pavor.
Despertei nesse momento
com o corpo banhado em suor.

LEIA MAIS  Regulamentação do tabelamento de fretes é prioridade da Frente da Agropecuária

Com a mulher tinha sonhado.
Mas pareceu tudo tão real.
Nesse instante no celular chamado.
Ao atender, era um policial.

Na delegacia teria de me apresentar.
Fizeram do esqueleto a identificação,
Uma mulher, foi possível confirmar.
Batia exatamente com minha descrição.

Me apresentei ao delegado
que mandou-me sentar.
Mostrou-se bem educado.
Pediu-me para de novo contar.

Eu estava preocupado.
Pensei que deveria falar pouco
Quem sabe se o delegado
não pensaria que eu era louco.

Mesmo assim tomei coragem
e contei exatamente o que vi.
Se era sonho ou miragem,
da morta até beijo recebi.

Para meu completo espanto
o delegado disse que acreditava.
Falou-me que no entanto
a causa do acidente se investigava.

Eu não seria mais chamado
pois fiz esclarecimento.
Meus antecedentes tinha olhado,
Não havia nenhum envolvimento.

Apenas por curiosidade
perguntei porque acreditou em mim.
Respondeu-me que na verdade,
ele também passou por algo assim.

Segui com meu caminhão
valente Volkswagen Titan.
Nunca mais tive uma visão,
rodando de noite até de manhã.

Quem crê em assombração,
só tenho uma coisa a dizer:
Quando tiver alguma visão,
não tenha nada a temer.

Apesar do que me aconteceu,
de viajar a noite não me privo.
Não tenho medo de quem morreu
mas sim de quem está vivo.




Roberto Dias Alvares

Um comentário em “ESTRADA ASSOMBRADA 3 – Volkswagen Titan Tractor 6×2

Deixe sua opinião sobre o assunto!