Repom traça perfil dos caminhoneiros no Brasil

Caminhoneiro-Caminhão-Estradas (5)




Pesquisa realizada pela Repom, pioneira em gestão de pagamentos de fretes rodoviários, traçou perfil dos caminhoneiros que frequentam o Clube da Estrada, iniciativa que tem como função prestar serviços auxiliares aos caminhoneiros que transitam pelas principais rodovias do Brasil. O levantamento tem como objetivo analisar quem são os caminhoneiros, definir como vivem, como pagam suas contas, entre outras coisas.

Segundo o levantamento, os motoristas que utilizam o espaço são 99,9% homens e 0,01% mulheres, com idade média de 40 anos. Cerca de 47% desses motoristas são casados e 39% têm filhos. 74% dos usuários aprovam as áreas de lazer e descanso, criadas pela Repom no Clube da Estrada, que conta com poltronas, TV e vídeo game, disponíveis para uso gratuito.

“A criação do Clube da Estrada vem de encontro à necessidade de oferecer melhores condições de descanso e qualidade de vida para quem roda o Brasil levando riquezas. Acreditamos que a iniciativa deu muito certo, pois a aceitação do Clube tem sido cada vez mais positiva – 78% dos caminhoneiros que tiveram passagem por uma das quatro unidades acabaram retornando no mínimo duas vezes”, afirma Otávio Farah, Diretor de Operações da Repom.

Com a pesquisa, foi possível descobrir que 43% dos caminhoneiros utilizam a internet disponível no Clube da Estrada. “Os caminhoneiros costumam acessar as redes sociais, pagar contas e assistir vídeos. Isso mostra que houve uma mudança no perfil desse trabalhador, que agora já está incluído nos meios digitais”, afirma Farah. Dos 4. 950 caminhoneiros que passaram pelo Clube, 850 já passaram por atendimento estético – cortes de cabelo e barba. “Isso em apenas dois meses de implantação do serviço”, completa.

Em relação à saúde, o Clube da Estrada registrou em dois meses o atendimento de 1.040 motoristas, em aferimento de pressão ou recebimento de instruções sobre DSTs. Dentre eles, 18% apresentaram pressão arterial alterada, 25% fazem tratamento para esse sintoma e somente quatro casos foram orientados a procurarem uma unidade de socorro, pois apresentavam riscos ou alterações graves na pressão.

Entre as maiores dificuldades dos motoristas entrevistados estão a distância da família, o difícil acesso ao lazer e a dificuldade de acesso a serviços de saúde e de higiene pessoal. “O acesso a esses serviços acabam custando caro, não pelo custo em si do serviço, mas mais pelo custo de deslocamento do caminhão que gira em torno de R$ 1,00 o Km rodado. Além do gasto há também restrições de circulação de caminhões em horário comercial por São Paulo”, descreve Farah.

O Clube da Estrada conta atualmente com quatro unidades localizadas no Paraná, Mato Grosso e São Paulo. Para o levantamento, foram consultados 4.950 caminhoneiros entre março e abril de 2014. A partir dessa sondagem, a Repom espera oferecer mais serviços para auxiliar os caminhoneiros no desempenho de seu trabalho. Confira outras características dos caminhoneiros:

  • Os caminhoneiros entrevistados apontaram sentir falta da família. No entanto, apontam que não abrem mão da liberdade;
  • A maioria tem consciência de sua importância na cadeia logística;
  • Sentem-se como uma legião de guerreiros com gosto pela aventura, que sacrificam suas vidas por uma causa de benefício social;
  • Os motoristas se sentem unidos pela profissão. As dificuldades e a distância de casa os unem, se reconhecem no outro, na batalha por conquistar seus objetivos;
  • Os caminhoneiros se sentem uma classe incompreendida pela sociedade;
  • Entre os caminhoneiros casados as esposas é que administram as despesas domésticas e definem o montante destinado ao consumo e à poupança. No caso dos solteiros, a mãe é que desempenha esse papel.

Clube da Estrada

Com unidades presentes em Maringá (PR), Rondonópolis (MT), Jacareí (SP) e Atibaia (SP), o projeto oferece comodidade, conforto, bem estar e informações para o caminhoneiro. E em um ano de existência, a iniciativa já registrou mais de oito mil atendimentos, projetando um total de 50 mil serviços para 2014.

O espaço conta com estrutura completa com computadores que permitem comunicação com familiares, cursos online, poltronas individuais para assistir televisão, o Clubinho da Estrada (espaço para crianças e jovens que acompanham seus pais nas viagens), assistência de enfermagem e estética (corte de barba e cabelo), entre outras coisas, como brindes e serviços exclusivos.

No Clube da Estrada, os usuários também podem tirar dúvidas a respeito de seus cartões, participar de premiações exclusivas oferecidas pela empresa, fazer check-up básico de rotina com enfermeiro, além de receber algumas dicas de como prevenir-se contra doenças sexualmente transmissíveis.

Para mais informações sobre benefícios e vantagens acesse: http://clubedaestrada.com.br.





Deixe sua opinião sobre o assunto!