A empresa Cidade de Boa Vista reforça sua frota com novos Urbanos Svelto Comil

Svelto 2014




Desde 2004, a empresa Cidade de Boa Vista, investe no transporte coletivo urbano de Boa Vista em Roraima. Como início da parceria com a Comil Ônibus, a empresa adquiriu 12 unidades do modelo Svelto nos últimos meses. Neste mês de Setembro, a Comil finalizou a entrega dos ônibus que foram produzidos na fábrica de Lorena, São Paulo, contando com a visita dos empresários à unidade. Todos esses novos veículos irão atuar em linhas regulares de transporte urbano na Cidade de Boa Vista.

Os veículos são montados sob chassis MBB OF 1721, possuem 13,2 m de comprimento, de 43 a 48 assentos regulares, disponibilizando espaço para cobrador e cadeirante e, além disso, piso alto equipado com plataforma elevatória veicular. Os carros possuem dois padrões de pintura, seis deles com portas na cor azul e os outros seis com as portas em amarelo. Essas unidades chegam para integrar uma frota constantemente atualizada pela empresa, que possui atualmente cerca de 80 ônibus urbanos.

Segundo Rafael Vieira, Diretor Proprietário da empresa Cidade de Boa Vista, a opção pela Comil se deu em função do bom atendimento recebido durante as negociações e, principalmente, pela qualidade do produto atrelado ao bom preço e prazo. “Uma vez entregue, fiquei satisfeito pela qualidade do produto e pela agilidade na entrega do mesmo, sendo entregues antes do prazo combinado”.

Para Amauri Alves Mendes, representante da região, os fatores fundamentais para a decisão de compra do cliente pela Comil, foi o prazo de entrega e preço compatível com o mercado local, assistência técnica da empresa, além da qualidade e inovação tecnológica na fabricação das carrocerias, motivados pela nova fábrica de urbanos de Lorena. “Ficamos muito satisfeitos em negociar com este cliente, pois a Viação Cidade de Boa Vista é uma empresa muito importante na região e possui uma renovação de frota constante. O cliente ficou muito satisfeito com o produto, resultado que pode reforçar ainda mais sua parceria com a Comil”.





Deixe sua opinião sobre o assunto!