Sistema da Volvo Trucks poderá evitar acidentes automaticamente

Caminhoes Volvo - Tecnologia (2)




As cidades crescem e mais pedestres, ciclistas, todo o tipo de veículos compartilham as ruas. O resultado são situações de tráfego mais difíceis e muitas vezes até perigosas.

Agora a Volvo Trucks desenvolveu uma Tecnologia completamente nova, que poderá eliminar o risco de acidentes. Este sistema único é capaz de analisar e responder a situações criadas por outros veículos ou pessoas que estejam em redor do caminhão.

Carl Johan Almqvist, Diretor de Segurança de Produto e Tráfego da Volvo Truck, explica que “a situação do trafego para o condutor está se tornando muito mais complexa com muito mais bicicletas nas cidades, bicicletas elétricas que atingem velocidades maiores”, por isso “temos de olhar para os sistemas para prevenirmos que os acidentes não aconteçam e é ai que entramos no nível da segurança ativa. Não queremos que os acidentes aconteçam”.

A tecnologia permite varrer um angulo de 360 graus e detectar tudo o que acontece no espaço em que o veículo se encontra. O caminhão depois analisa o tráfego em seu redor.

Caminhoes Volvo - Tecnologia (1)A tecnologia permite também prever com uma antecedência de até cinco segundos aquilo que objetos como pessoas, ciclistas e outros veículos farão, mesmo quando estão em movimento.

Mansour Keshavarz, Engenheiro de Sistemas na Volvo Trucks, explica que o caminhão “pode fazer uma pesquisa do ambiente num raio de 360 graus através da combinação de diferentes dados, de diferentes informações dos sensores e pode fazer a avaliação da situação através do um aviso ou pode mesmo intervir no caso de qualquer previsão de colisão”.

LEIA MAIS  Volvo anuncia "estações de trabalho" para novos VNL e VNX

Por sua vez, o campo de visão do condutor pode ser limitado do lado do passageiro. Mas aqui, o sistema detecta a aproximação do ciclista e avisa o condutor. Se o condutor não parar, o caminhão freia automaticamente.

Ao alertar o condutor para os riscos e – quando necessário – assumindo o controle do veiculo, o sistema ajuda a eliminar o erro humano e o risco de acidentes.

“Esta tecnologia está ainda em desenvolvimento e vai demorar algum tempo até a vermos na estrada”, afirma o Engenheiro e adianta que apesar disso já “temos os principais componentes, temos os sistemas, temos a tecnologia já em nossos testes”.

Mansour Keshavarz diz, no entanto, que “mais desenvolvimentos têm de ser feitos, por exemplo, o principal desenvolvimento é ao nível da tecnologia de sensores, portanto, isso precisa de ser mais desenvolvido. E esta tecnologia precisa também de passar por diferentes testes para estar madura o suficiente para ser posta no mercado”.

Para o engenheiro envolvido no desenvolvimento do sistema há ainda vários desafios a vencer. “Acreditamos que um dos maiores desafios no desenvolvimento deste sistema avançado é a interação entre o sistema e o condutor. Até que ponto o condutor confia no sistema. Para o sistema é muito importante tomar a decisão certa, na altura certa. Esse é o principal desafio e diria que é o principal desafio do desenvolvimento deste tipo de sistema”.

LEIA MAIS  Transportadora dos EUA personaliza Cascadia em homenagem a policiais mortos em serviço

Para além dos sensores, o sistema possui capacidade de processamento inteligente. “Esta tecnologia vai definitivamente ajudar a segurança no tráfego porque agora estamos a dar ao caminhão um cérebro porque consegue ver o que se passa em redor do veículo. E ao fazê-lo pode ajudar o condutor. Portanto, se o condutor não estiver consciente de alguma coisa, o sistema pode dizer ao condutor que está ali alguma coisa ou o que se passa no ambiente que rodeia o caminhão”, afirma Carl Johan Almqvist.

Nos próximos cinco a dez anos teremos circulando nas cidades veículos com capacidade de decisão inteligente e logo mais seguros.





Deixe sua opinião sobre o assunto!