COLUNA MOBILIDADE EM FOCO – SPOLIER, A TRANSPORTADORA DOS “MUSCLE CAR” PERSONALIZADOS

por Blog do Caminhoneiro

TRANSPORTADORA SPOLIER (4)

A Transportes Spolier, cuja matriz fica situada na Avenida João Carlos Von Hohendorff, 1175, Bairro Scharlau, na cidade gaúcha de São Leopoldo, possui na sua frota caminhões que são o objeto do desejo de inúmeros fotógrafos Brasil afora que tem o hábito de fotografar brutos. Assim como os busólogos fazem mil peripécias para obter um bom ângulo para fotografar ônibus, principalmente os mais vistosos e com cores de identificação de frota mais impactantes, do outro lado, os simpatizantes dos caminhões não deixam por menos quando se trata de fotografar o objeto do seu hobby. A Spolier possui vários veículos, desde os médios, semipesados, pesados e extrapesados, cuja característica principal é a personalização de cada um.

E os seus caminhões são bastante vistos pelas rodovias Brasil afora, afinal ela conta com 12 filiais, situadas nas seguintes cidades: Charqueada e Triunfo, no Rio Grande do Sul; Curitiba, no Paraná; Cotia, São José dos Campos e Taboão da Serra, em São Paulo; Rio de Janeiro e Duque de Caxias, no Rio de Janeiro; Barão dos Cocais, Minas Gerais; Dias d’Ávila e Camaçari, na Bahia; e, por fim, Marechal Deodoro, Alagoas. Com filiais espalhadas estrategicamente em localidades que são pólos geradores de grande quantidade de carga, nada mais natural do que a circulação de muitos caminhões da empresa pelas rodovias brasileiras, para alegria dos simpatizantes da transportadora.

TRANSPORTADORA SPOLIER (3)A Spolier foi fundada por Antônio Luiz Spolier. Começou pequena e com muita luta e sacrifício, bem como gestão empreendedora e responsável, cresceu a olhos vistos, saindo do Rio Grande do Sul e abrindo novas filiais em sete Estados. Sua frota incorpora o que há de melhor e mais moderno disponível pra venda no Brasil, com forte ênfase a cavalos mecânicos com configuração de rodas 6 x 2 e 6 x 4, tracionando carretas bitrens de sete e nove eixos. Um dos destaques é o zelo dedicado a cada caminhão da empresa, o que não é comum entre as transportadoras, geralmente todas padronizadas numa única cor, sem adereços, sem acessórios, apenas com a logomarca. Na Spolier, várias cores de cabines se fazem presentes e todos os caminhões possuem algum ou outro item de personalização.

O capricho com os caminhões, o estado de conservação da frota (impecável) e a competitividade da logística de operação da Spolier levou a mesma a ter praticamente o que há de melhor entre as empresas geradoras de cargas a serem transportadas. Na sua carteira de clientes constam nomes como Gerdau, Braskem, Tramontina, Vonpar, Vipal, Johnson & Johnson, 3M, Piá, Marcopolo, Furukawa, Laja, Sorocaba Refrescos, Deca, AmBev, Guerra, Tozan, Divino, Conaprole, Duratex, Unilever, Petrobras, Randon e Altécnica, apenas pra citar alguns dos clientes da sua vitaminada fonte de receita. Procurei na revista Maiores & Melhores do Transporte e Logística dados contábeis da Transportes Spolier, para ter uma idéia da dimensão da empresa, qual a sua posição no ranking das transportadoras rodoviárias de cargas ou entre os operadores logísticos.

TRANSPORTADORA SPOLIER (5)Também não encontrei nada sobre ela entre as holdings do setor de transportes. Lamentavelmente a Spolier não participa do ranking das maiores, pois não fornece seus dados contábeis para avaliação, o que é um deslize na área de Responsabilidade Social e comunicação com a sociedade. Centenas de empresas participam e devemos parabenizar quem demonstra os seus dados, isso se chama transparência na gestão empresarial. No entanto, respeitamos a opção de quem prefere ficar no anonimato. Apesar do seu porte, ficamos sem saber qual a receita operacional líquida, o patrimônio líquido, lucro operacional, lucro líquido, liquidez corrente, porcentual de endividamento, rentabilidade da receita, rentabilidade do patrimônio líquido, produtividade do capital e o crescimento da receita da Spolier.

Mas pra quem tem na frota tantos caminhões médios, semipesados e pesados, todos seminovos, com baixa idade média, estado de conservação impecável e personalização dos conjuntos cabines/carrocerias, é sinal inequívoco de que a Spolier vai bem quanto a saúde financeira e tem bom planejamento orçamentário. Podemos deduzir, com pouca margem de erro, que o patrimônio líquido, que é a diferença entre os ativos (bens móveis e imóveis) e dos passivos (dívidas de curto e médio prazo) não compromete significativamente a receita/faturamento da Spolier, do contrário ela não teria uma frota tão nova, tão vistosa e bem cuidada. Tem que ter capital de giro em mãos pra isso.

Poderia estar eu, nesta análise, enganado, e a empresa apresentar nível de endividamento alto? Com passivo acumulado (dívidas) cujo valor porcentual compromete o caixa de forma significativa em futuros exercícios fiscais? Poderia sim, difícil saber ao certo. Mas a possibilidade maior é a de que o crescimento da receita tem sido bom, ano após ano, que a Spolier apresenta excelente liquidez corrente, ou seja, dinheiro em caixa. Do contrário, não poderia ter em seus pátios caminhões tão novos, imponentes, equipados e caros. Se tiver incorporado eles pagando a vista, com dinheiro próprio, sinal de que o faturamento contempla investimentos. Se tiver optado por financiamento ou leasing, prova que o seu patrimônio e sua receita foram aprovados na proposta de financiamento. E isso só se consegue com gestão contábil sadia.

Texto/matéria: Carlos Alberto Ribeiro.
MOBILIDADE EM FOCO: AQUI O DEBATE É TÉCNICO

COMENTAR

Artigos relacionados