Mesmo menor, greve dos caminhoneiros continua

greve dos caminhoneiros

Depois da publicação da Medida Provisória 699, a greve dos caminhoneiros que teve início no dia 09/11 perdeu força. Entre outras punições, a MP aumentou o valor da multa para quem bloquear rodovias, chegando a quase R$ 6 mil, e multa em até R$ 20 mil os organizadores dos protestos.

Porém, mesmo com o contra-ataque governista, em pontos isolados do país a greve persiste. No final de semana os caminhoneiros se juntaram à grupos que pedem a saída da presidente Dilma do poder, e que estavam acampados em Brasília à cerca de um mês.

Na manhã de hoje um protesto se iniciou em Cristalina-GO, e bloqueou a BR-040, importante ligação entre Brasília-DF e Belo Horizonte-MG. Mantendo a pauta da semana passada, os caminhoneiros estão juntos com o movimento NasRuas, que também pede a renúncia/impeachment de Dilma Rousseff.

A PRF não emitiu nenhum informativo referente ao bloqueio, e a previsão de liberação da rodovia é as 18 horas. Carros, ambulâncias, ônibus e cargas perecível e de remédios estão passando normalmente.

Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Na década de 1980, caminhão elétrico já era realidade no Brasil Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA