Carteira de Transportes da Sompo Seguros cresce 73,3% até outubro

por Blog do Caminhoneiro

A Sompo Seguros S.A., empresa do Grupo Sompo Holdings – um dos maiores grupos seguradores do mundo – registrou um crescimento de 73,3% em sua carteira de seguros de Transportes, que atingiu R$ 193,6 milhões em Prêmios de Seguros registrados entre janeiro e outubro de 2016 frente aos R$ 111,4 milhões obtidos no mesmo período de 2015.

O crescimento foi bem superior ao do mercado nesse ramo, que ficou em 5,7% no período e passou de R$ 2 bilhões em 2015 para R$ 2,1 bilhões em 2016.

Ao longo do ano, a companhia investiu em tecnologia e capital humano para incrementar os serviços de suporte técnico e de gerenciamento de risco, lançar produtos – como o Siga Bem Seguro, voltado para Embarcadores e Transportadores – e conquistar mercado.

“A falta de investimento em infraestrutura e segurança demandam de toda a cadeia produtiva da área de logística uma especial atenção à questão do roubo de carga. Investimos numa metodologia de trabalho que otimizou processos e permitiu explorar o know how da equipe em inteligência e gerenciamento de riscos para contribuir da melhor maneira para que a carga chegue ao seu destino”, observa Adailton Dias, Diretor da área de Transportes da Sompo Seguros.

Vale considerar que de janeiro a outubro de 2016 o mercado de seguros devolveu à sociedade R$ 1,3 bilhão por conta de indenizações do ramo de Transportes. Os roubos de carga foram o principal motivo da elevação da sinistralidade que passou de 60,7% em 2015 para 63,5% em 2016.

Dois levantamentos dão conta da periculosidade das estradas brasileiras. Segundo o levantamento da FreightWatch International, as estradas com maior incidência de roubo são a rodovias federais BR-116, BR-101, BR-040, BR-153 e BR-262. A indicação é semelhante à apresentada pelo relatório JCC Cargo Watchlist, elaborado pela Joint Cargo Commitee, um comitê misto formado por representantes da área de avaliação de risco do mercado segurador de Londres (Inglaterra), que indica os trechos das rodovias BR-116 (Curitiba – São Paulo e Rio de Janeiro – São Paulo); SP-330 (Uberaba – Porto de Santos) e BR-050 (Brasília – Santos) como áreas com risco muito alto para a ocorrência de roubo de cargas.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!