Trecho da BR-163/MT está com 80% das obras executadas

As obras da BR-163/MT entre Cuiabá e Rondonópolis executadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT estão a pleno vapor. O trecho entre a Serra de São Vicente e Jaciara, numa extensão de 71,6 km, está com 80% das obras executadas. O término das obras está previsto para o primeiro semestre de 2018, incluindo os contornos duplicado da travessia urbana de Jaciara e do IFMT- Campus de São Vicente.

Além da implantação de pista nova, a restauração do asfalto existente está sendo efetuado em concreto, o que trará maior resistência e durabilidade, uma vez que trata-se da pista responsável pelo tráfego dos caminhões carregados que buscam os portos localizados nas regiões sul e sudeste do país.

A rodovia BR-163/MT é a principal via de escoamento da produção agrícola produzida no estado de Mato Grosso. As obras de duplicação deste segmento têm a finalidade de adequar a rodovia ao tráfego de caminhões pesados aumentando a segurança e diminuindo significativamente o tempo de viagem neste corredor. O investimento total estimado é de R$ 920 milhões, dividido em três lotes de obras.

https://youtu.be/y40faeD_r_w

Segundo o Superintendente Regional do DNIT no Estado de Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado, o Governo Federal tem priorizado este empreendimento frente à grande importância do agronegócio na contribuição do equilíbrio da balança comercial brasileira.

O diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Luiz Antônio Garcia, destaca que a BR-163 integra o país desde o Paraná, passando por Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Pará. Em toda a extensão, a rodovia possui a vocação de corredor logístico para escoamento da produção agrícola brasileira, estando em obras em sua grande extensão, seja de ampliação de capacidade ou até de implantação de novos segmentos, proporcionando grande crescimento econômico e social por onde esta atravessa.

7 comentários

Jose Manoel Martins 04/07/2017 - 15:57

Obra de péssima qualidade pois já existem buracos e trilhas no asfalto, seria bom o DNIT explicar isto para nós.

Reply
Denis Silva 30/06/2017 - 20:25

Só falta o s pedágios, tem que ter uma pouca vergonha pra ser Brasil…

Reply
Juliano Scheibel 30/06/2017 - 16:52

Mentira e das grandes

Reply
Arlan Costa de Oliveira 30/06/2017 - 16:35

Só vai terminar qdo o Brasil tiver outro governo, comprometido com o povo.

Reply
Vineton Trindade 30/06/2017 - 14:48

Em SC a Br 163 tá intransitável…

Reply
Avenir Fernando Marques de Araujo 30/06/2017 - 12:21

QUANTO VCS DO BLOG ESTAO GANHANDO PARA FALAR E ESCREVER ASNEIRA NA MIDIA , SOU USUARIO DA BR 163 E NADA VEJO DE VANTAGEM EM SE PAGAR PEDAGIO PARA TRANSITAR EM PISTA DUPLS E ANDAR EM PISTA SIMPLES O CONTRATO NAO E DE 200KM E SIM DE 800KM , TEM CORRUPÇAO NESTE BLOG.

Reply
Edson Arc Lima 30/06/2017 - 12:16

E NO PARÁ??????
NO PARÁ,VAI FICANDO DO GEITO Q TÁ

Reply

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos