O movimento do líquido dentro do tanque afeta sua estabilidade

por Blog do Caminhoneiro

As características de tombamento de um tanque são fortemente influenciadas pelo movimento livre do líquido dentro do compartimento de carga. Em um tanque ou compartimento carregado com volume parcial, esse movimento da carga é mais intenso, produzindo um efeito conhecido como “slosh”. Esse movimento da carga desloca lateralmente o seu centro de gravidade, transferindo carga do lado interno para o lado externo da curva e por consequência, facilita o tombamento desses veículos.

Os movimentos do líquido dentro de um tanque são complexos e dependem da manobra, do formato do tanque e da viscosidade do líquido.

A INFLUÊNCIA DA SEQUENCIA NOS COMPARTIMENTOS

Além do movimento do líquido, alguns setores, como na coleta do leite, enfrentam outras questões que influenciam na segurança do transporte: qual sequência mais segura de carregamento dos compartimentos do tanque?

Enquanto o veículo trafega com alguns compartimentos cheios e outros vazios, a distribuição de peso entre os eixos é afetada e poderão ocorrer dificuldades na dirigibilidade, com riscos de acidentes.

Se encher o traseiro primeiro, alivia o peso do eixo dianteiro e afeta dirigibilidade.

E no tanque com 3 compartimentos? Qual encher primeiro?

E se não houver carga para os 3 compartimentos? Qual deve ficar parcialmente cheio?

Nos conjuntos de veículos: trafegar com o “Romeu” vazio e a “Julieta” carregada é extremamente perigoso. A dirigibilidade do conjunto estará comprometida e ocorrerá um aumento do fenômeno amplificação traseira (“efeito chicote”).

Todas essas questões e muitas outras estão respondidas no Curso: “Transporte de Leite a Granel”.

Texto de  Eng. Rubem Penteado de Melo

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

11 comentários
0

Artigos relacionados

11 comentários

Sergio Silva 01/07/2017 - 02:10

Por estes motivos existe os quebra onda

Reply
RUBEM PENTEADO DE MELO 02/07/2017 - 14:25

Ola Sérgio. Os quebra-ondas reduzem o movimento no sentido longitudinal (para frente e para trás). Mas não para os lados.
O movimento para os lados é livre, mesmo com quebra-onda. E esse movimento para os lados que afeta a estabilidade

Reply
Ecleber Souza 30/06/2017 - 20:48

Ronaldo Silva, Antonio Amarildo Freitas Amarildo

Reply
Allan J Rodrigues 30/06/2017 - 15:29

Cargas vivas e liquidas são as mais perigosas

Reply
joacir 30/06/2017 - 19:52

traseiro de boi pendurado na gancheira é mais perigoso

Reply
Valter Hering Fonseca 30/06/2017 - 14:56

Lógico

Por isso são instalados quebra ondas no interior do tanque

Reply
RUBEM PENTEADO DE MELO 02/07/2017 - 14:26

Ola. Na verdade os quebra-ondas reduzem o movimento do líquido para frente e para trás. Para os lados, continua livre. E é o movimento para os lados que afeta a estabilidade ao tombamento. Os quebra-ondas não tem impedem esse movimento.

Reply
Wesly Silva 30/06/2017 - 14:56

Verdd meu pai eh tanqueiro mesmo o caminhao parado ele balança muito

Reply
Regis O. Leite 30/06/2017 - 14:52

Sim. …todavia. ..óbvio !!!

Reply
Moises Saitta 30/06/2017 - 10:49

É lógico que afeta a estabilidade do caminhão, por isso que tem os separador no tanque pra ajudar o líquido a não sacudir tanto dentro do tanque.

Reply
TRS 30/06/2017 - 16:53

Ola Moises. Vc refere-se aos quebra-ondas. Eles impedem o movimento para frente e para tras. Mas não para os lados. É disso que trata a materia

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!