Caminhoneiros de Vacaria, na Serra Gaúcha, são vencedores de Concurso Cultural

por Blog do Caminhoneiro

Seja no território nacional ou em regiões fronteiras, quase 60% dos bens de consumo são distribuídos principalmente pelo transporte de cargas rodoviário. Ou seja, dependem do trabalho árduo e dedicado dos caminhoneiros para chegar até o consumidor final. O Brasil conta com uma frota que ultrapassa os dois milhões de caminhões, segundo o relatório de 2016 Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

No entanto, o Perfil dos Caminhoneiros do ano passado, pesquisa de autoria da Confederação Nacional do Transporte (CNT), atestou fatos preocupantes sobre a classe: esses transportadores têm renda mensal baixa e enfrentam problemas como o elevado preço do combustível, que impacta tanto o trabalho dos autônomos como das frotas particulares. O estudo também revelou que a frota de veículos está envelhecida, especialmente a dos autônomos.

Aproveitando a proximidade do Dia dos Pais, celebrado no próximo domingo, 13 de agosto, a DPaschoal, maior rede varejista de serviços automotivos do país, organizou um concurso cultural para celebrar e homenagear os caminhoneiros brasileiros – heróis nas estradas e essenciais para a logística da economia nacional. Com o título “Aprendi com o meu pai”, a competição teve como premissa a redação e envio de uma história original, que tivesse a ver com o tema e evidenciasse a profissão de transportador dos pais em questão.

O conto de Mateus Ribeiro Brusamarello, filho do caminhoneiro Adilson Antônio Brusamarello, ambos cidadãos de Vacaria (RS), foi o grande vencedor. Selecionada entre mais de 60 outros envios, a história de Mateus fala sobre como sua infância e primeiro emprego tiveram a ver com o pai, que tudo o ensinou. Como prêmio, Adilson ganhou dois anos de recapagem gratuita por parte da DPaschoal. “Viajamos juntos por várias vezes, lado a lado, pai e filho na estrada”, contou Mateus em um trecho de sua redação. “Eu aprendi com meu pai essa profissão, e aprendi que o braço tem que ser forte, mas a verdadeira força está em nosso pensamento. Aprendi a ter paciência na subida e ter cautela na descida.”

 

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!