Carreta com carga excedente é flagrada usando Autorização Especial de Trânsito falsa na Régis

Durante fiscalização da PRF por volta das 11h da sexta-feira, 11/08, na BR 116 Régis Bittencourt em Itapecerica da Serra, foi abordado uma carreta com carga indivisível que necessita autorização especial de trânsito para circulação.

Ao verificar o documento apresentado, os policiais observaram que havia indícios de falsificação, pois constava a medida de 5 metros para a carga, quando na verdade esta possuía 5,5 metros, necessitando assim, além da autorização especial também de escolta para deslocamento pelas rodovias.

Dessa forma, a ocorrência foi encaminhada à polícia judiciária para registro de falsidade ideológica, devido às informações falsas prestadas ao órgão responsável pela emissão do documento, além disso, foram tomadas as medidas administrativas em virtude das irregularidades.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

7 thoughts on “Carreta com carga excedente é flagrada usando Autorização Especial de Trânsito falsa na Régis

  • 15/08/2017 em 16:00
    Permalink

    Esta errado aí não era falso
    A empresa tirou a licença tudo certo quem erro foi a empresa que emiti a licença pois não fez a licença certa
    Apenas estava errada
    No causo a PRF só poderá liberar com nova licença
    Sei porque trabalho com cargas indivisíveis

    Resposta
  • 15/08/2017 em 15:24
    Permalink

    Já presenciei certa vez um comboio de uma empresa aqui do Sul que transporta bobina de aço en que os policiais rodoviários da mesma região deste fato foi mandado os motoristas encostarem e recolhiam os documentos , quando o comboio ficou todo no acostamento chegou um representante da empresa que por sinal tem filial ali perto e como num passe de” $$$” “mágica foi comprovado que os veículos estavam em dia e poderiam seguir viagem.

    Resposta
  • 15/08/2017 em 14:17
    Permalink

    O brasil e engraçado. Nada pode fazer. Mas pagou tais taxas pode tudo. Desde quando umpapel dirige ou evita acidentes. So nao entendo como querem cobra algo das empresas c os politicos nao dao o exemplo k merecemos.

    Resposta

Deixe um comentário!

Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal CAMINHONEIRO SEGUE TRABALHANDO AOS 90 ANOS DE IDADE