LABET e Quest inauguram maior laboratório de exames toxicológicos da América Latina




A LABET, em parceria com a Quest, inaugurou nesta terça, dia 28 de fevereiro, o maior e mais moderno laboratório de exames toxicológicos de larga janela de detecção da América Latina. Localizado em Santana de Parnaíba, em São Paulo, a unidade se chama Quest/LABET e terá capacidade para realização de 15 mil exames diários, iniciando sua operação com uma escala mínima de 5 mil exames por dia. Foram investidos cerca de R$ 80 milhões nessa iniciativa, fruto de uma joint venture entre LABET e Quest.

O evento de inauguração contou com a presença de cerca de 150 pessoas, entre autoridades e convidados, que assistiram a diversas apresentações*, entre elas, “sobre a redução do número de acidentes de trânsito nas estradas, desde o início da obrigatoriedade do exame toxicológico, em março de 2016”, “ação deletéria das drogas em quem dirige” e “como será o funcionamento do laboratório Quest/Labet”. Todos fizeram uma “visita guiada” pelas instalações do novo espaço.

Segundo o presidente do Conselho da Labet, Marcio Liberbaum, a motivação para a construção do laboratório no Brasil se dá pela importância da política pública preventiva dos exames toxicológicos de larga janela de detecção no país. “O objetivo primordial é Salvar Vidas! Não há nenhuma motivação mais relevante que essa”. A unidade será acreditada pelo Colégio Americano de Patologia, o que garante a acurácia, a fidedignidade e a plena gestão da cadeia de custódia dos exames. Além disso, o laboratório terá espectrômetros de massa de última geração, máquinas de reações enzimáticas e uma equipe altamente capacitada.

A Quest já tinha uma aliança exclusiva com a LABET no Brasil para realização de exames toxicológicos de larga janela de detecção desde 2010. A Quest foi escolhida para essa parceria por ser a líder mundial na realização de exames laboratoriais clínicos e toxicológicos.

A construção do laboratório Quest LABET no Brasil já estava nos planos dos dois laboratórios desde que a Lei Federal 13.103 entrou em vigor, em março de 2016, regulamentando a obrigatoriedade do exame toxicológico de larga janela para motoristas profissionais (condutores com CNH nas categorias C, D e E). O foco da LABET sempre foi a total garantia da eficiência logística e a diminuição dos custos operacionais.

Além do foco nos motoristas profissionais, existe uma série de outras aplicações para o exame toxicológico de larga janela de detecção. O teste pode ser usado de forma preventiva para profissionais que exercem atividades de risco, como serralheiros, profissionais das plataformas de petróleo, controladores de voos etc.

São Paulo foi escolhido para receber o laboratório por ser o Estado com a maior concentração de demanda para os exames exigidos pela legislação. O Centro de Operações Logísticas da LABET também está localizado em São Paulo e funcionará de maneira totalmente integrada com o laboratório, garantindo completa eficiência em todo o processo, desde a chegada das amostras até a entrega dos resultados.

Com a construção do laboratório no Brasil, a logística será facilitada, já que os exames deixam de ser enviados para tratamento nos Estados Unidos, o que representa ganho de tempo. Para Rafael Malagoli, diretor operacional do laboratório, a integração é um dos pontos de destaque:“Esta integração operacional é muito positiva, já que o processo se torna totalmente verticalizado, desde a coleta até a entrega do laudo”, comenta.

O laboratório possui ainda capacidade de reciclagem de todos os resíduos gerados internamente, assim como rígido critério de contratação de parceiros, que também devem seguir protocolos ecologicamente sustentáveis em todas suas operações.




2 comentários em “LABET e Quest inauguram maior laboratório de exames toxicológicos da América Latina

  • 19/04/2018 em 20:10
    Permalink

    Muito bacana a matéria, mas na prática estou vivenciando uma péssima experiência. Não recomendo ! Não cumpriram o prazo de liberação do laudo sendo que, a coleta foi realizada em 24/03 e até o momento sem previsão de liberação. Vejam quase 30 dias e afirmo que 15 deles, de puro descaso. Verifiquem as reclamações na página do facebook onde a nota de satisfação está em 2.3 e leiam os depoimentos. Outra fonte para que possam decidir é consultar o Reclame Aqui, onde a reputação está classificada como Regular e os respectivos motivos.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!