Em 40 dias, PRF prende duas vezes o mesmo contrabandista com duas carretas de cigarro




Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Receita Federal prenderam na tarde desta quarta-feira (6) um homem que transportava 475 mil carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai.

Há cerca de 40 dias, em 26 de abril, o mesmo homem já havia sido preso pela PRF, também pelo crime de contrabando. Em ambas as situações, ele dirigia carretas que transportavam contêineres repletos de cigarros.

No total, as duas cargas de cigarro apreendidas têm valor de mercado estimado em pelo menos R$ 5,1 milhões.

LEIA MAIS  PRF recupera carga roubada na Dutra avaliada em mais de R$ 200 mil

Com 27 anos de idade, o homem teria permanecido preso durante apenas cinco dias e pago uma fiança de R$ 20 mil para ser solto, após a primeira abordagem.

Nas duas situações, ele foi abordado em frente à Unidade São Luiz do Purunã da PRF, na BR-277. O destino final também era o mesmo: Itajaí (SC).

Na primeira prisão, ele havia saído de Foz do Iguaçu (PR). Hoje, a origem da viagem relatada por ele teria sido Cascavel (PR).

A PRF encaminhou a ocorrência para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

LEIA MAIS  Caminhão carregado com eletrodomésticos é recuperado em Pernambuco

O crime de contrabando tem pena prevista de dois a cinco anos de prisão.




Deixe sua opinião sobre o assunto!