Copa Truck encerra temporada 2018 com Roberval Andrade campeão




A Copa Truck encerrou sua temporada de 2018 em Pinhais, cidade metropolitana de Curitiba-PR, com público de 32 mil pessoas. A torcida vibrou a cada momento de emoção da corrida, e Roberval Andrade levou para casa o título de campeão.

Após as duas corridas, o piloto, nascido em São Paulo em 1970, chegou aos 164 pontos, ultrapassando Felipe Giaffone por apenas dois pontos. Roberval corre pela equipe Ticket Car Corinthians Motorsport, com um caminhão Scania bicudo preto e branco, as cores do Timão.

Na primeira corrida, que começou com o caminhão Mercedes-Benz de Danilo Dirani na pole position, terminou com Roberval Andrade em primeiro lugar, seguido por Felipe Giaffone, com apenas 4 segundos de diferença. A liderança de Roberval Andrade foi conseguida no final da primeira etapa, em uma ultrapassagem por fora da curva.

A segunda corrida foi vencida pelo caminhão Volkswagen de Felipe Giaffone, com Roberval em segundo. A diferença na segunda etapa da prova foi de apenas 1 segundo e 742 milésimos. O piloto da Scania teve muita sorte ao escapar de uma colisão com Adalberto Jardim e Beto Monteiro, e mesmo largando em oitavo, chegou em segundo.

Esse é o quarto título nacional de Roberval Andrade, que compete em corridas de caminhões desde 1999.

A Copa Truck volta em 2019, mas o calendário de provas ainda não foi definido.

LEIA MAIS  Caminhão roubado em São Paulo é recuperado pela PRF na Bahia

Confira a classificação final da corrida e da temporada 2018:

1. Roberval Andrade, 164 pontos
2. Felipe Giaffone, 162
3. Wellington Cirino, 152
4. Renato Martins, 135
5. André Marques, 128
6. Giuliano Losacco, 116
7. Beto Monteiro, 27
8. Adalberto Jardim, 21
9. Regis Boessio, 20
10. Leandro Totti, 18
11. Rodrigo Belinati, 17
12. Debora Rodrigues, 16
13. Witold Ramasauskas, 14
14. Luiz Lopes, 13
15. Djalma Fogaça, 10
16. Duda Bana, 8
17. Fábio Fogaça, 0
18. Danilo Dirani, 0
19. Pedro Paulo, 0
20. Pedro Paulo, 0

Resultado final do campeonato de marcas:

1. Volkswagen/MAN, 557 pontos
2. Mercedes-Benz, 498
3. Iveco, 357
4. Scania, 273
5. Volvo, 218
6. Ford, 184

Corrida 1
1. Roberval Andrade (Scania), 15 voltas em 25min51s309
2. Felipe Giaffone (Volkswagen), a 4s811
3. Leandro Totti (Scania), a 12s438
4. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 12s776
5. Beto Monteiro (Iveco), a 13s262
6. Renato Martins (Volkswagen), a 36s068
7. Regis Boessio (Volvo), a 39s700
8. Adalberto Jardim (Ford), a 53s205
9. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 1min02s214
10. Witold Ramasauskas (MAN), a 1min03s270
11. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 1min03s703
12. Duda Bana (Volvo), a 1min04s359
13. Luiz Lopes (Iveco), a 1min32s658
14. Giuliano Losacco (Iveco), a 3 voltas

Não completaram
André Marques (Mercedes-Benz), a 5 voltas
Pedro Paulo (Mercedes-Benz), a 6 voltas
Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 9 voltas
Djalma Fogaça (Ford), a 10 voltas
Maikon Lauck (Mercedes-Benz), a 14 voltas

LEIA MAIS  Volvo deixa motores D11 e D13 ainda melhores e mais econômicos na Europa

Melhor volta: Roberval Andrade, 1min41s721 (128,620 km/h)

Corrida 2
1. Felipe Giaffone (Volkswagen), 15 voltas em 26min16s985
2. Roberval Andrade (Scania), a 1s742
3. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 4s282
4. Beto Monteiro (Iveco), a 21s383
5. Renato Martins (Volkswagen), a 22s310
6. Djalma Fogaça (MAN), a 23s761
7. Adalberto Jardim (Ford), a 25s160
8. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 29s908
9. Regis Boessio (Volvo), a 37s265
10. Luiz Lopes (Iveco), a 1min15s932
11. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 1min38s820
12. Witold Ramasauskas (MAN), a 3 voltas

Não completaram
Leandro Totti (Scania), a 12 voltas
André Marques (Mercedes-Benz), a 13 voltas
Duda Bana (Volvo), a 13 voltas
Giuliano Losacco (Iveco), a 15 voltas
Pedro Paulo (Mercedes-Benz), a 15 voltas
Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 15 voltas
Fabio Fogaça (Ford), a 15 voltas
Maikon Lauck (Mercedes-Benz), a 15 voltas

Melhor volta: Felipe Giaffone, 1min43s020 (126,526 km/h)




Deixe sua opinião sobre o assunto!