Ministros discutem operação para escoamento da safra pelo Arco Norte

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estiveram reunidos, nesta quarta-feira (9/1), para tratar da Operação Radar, que reúne um conjunto de ações que buscam garantir o tráfego de commodities, como a soja, que saem do Mato Grosso rumo aos portos do Arco Norte por meio da BR-163, a principal rota de escoamento da safra de grãos no Brasil.

“A logística do escoamento da safra de grãos do Mato Grosso até o porto de Miritituba (PA) é um gargalo da infraestrutura do país e terá nossa atenção a curto (Operação Radar), médio (conclusão da BR-163) e longo prazo (Ferrogrão)”, disse Freitas.

Segundo o ministro, o governo está trabalhando em uma operação integrada para dar apoio aos caminhoneiros e garantir o escoamento da safra no período de chuvas na região. A ação vai contar com o apoio das empresas que atuam na rodovia, do Exército Brasileiro e da Polícia Rodoviária Federal.

A história da BR-163 é conhecida pelos caminhoneiros, devido aos atoleiros gigantescos que se formam na estrada justamente na época de colheita da safra.

Deixe um comentário!

Na década de 1980, caminhão elétrico já era realidade no Brasil Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA