Caoa poderá receber incentivo do estado de São Paulo para compra da fábrica da Ford




O secretário da Fazenda e do Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles (MDB), disse que o pedido da Caoa para inclusão da compra da Ford no programa IncentivAuto será analisado. A montadora tem interesse na compra da unidade da Ford em São Bernardo do Campo, e pede incentivos fiscais para poder manter o quadro de funcionários.

“Haverá uma solução emitida pela Secretaria da Fazenda, portanto, eu devo assinar isso até o início da próxima semana no máximo. Eventualmente, até nesta semana”, disse Meirelles.

“A partir daí, a Caoa vai apresentar o seu projeto e vamos analisar e verificar se ele se enquadra nos termos da resolução, que é muito simples. Qualquer novo investimento que gere aumento de produção e de vendas tem o benefício de desconto do pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços)”, completou o secretário.

LEIA MAIS  Mercedes-Benz participa da Feicon com os caminhões Accelo e Atego

A Caoa negocia a compra da fábrica da Ford desde fevereiro, quando a montadora anunciou que a produção de caminhões e do modelo Fiesta será encerrada em Novembro.

O IncentivAuto foi anunciado pelo Governador João Doria em março, e oferece benefícios à montadoras que investirem pelo menos R$ 1 bilhão no estado, com geração de 400 empregos, no mínimo. O desconto máximo do ICMS é de 25%, dado para montadoras que invistam R$ 10 bilhões.

De acordo com Meirelles, com o programa, haverá aumento da arrecadação no estado. “Haverá aumento de arrecadação. Como exemplo, temos o caso da General Motors, que estava pensando em mudar a produção para outro país, portanto, nós íamos não só perder, mas deixar de arrecadar. A GM anunciou o investimento de R$ 10 bilhões para produção de novas unidades, e as vendas do resultado deste investimento vão ter 25% de desconto de ICMS, ou seja, 75% da alíquota não seria arrecadada se esta produção fosse para outro local”, destacou.

LEIA MAIS  Fábrica da Ford em São Bernardo do Campo tem mais uma interessada

A Ford e a Caoa não fazem comentários sobre as negociações, que correm em sigilo. As informações são do Diário do Grande ABC.




Deixe sua opinião sobre o assunto!