Estados Unidos avançam no projeto piloto para caminhoneiros com menos de 21 anos

por Blog do Caminhoneiro

Foi anunciado ontem nos Estados Unidos um programa piloto para que jovens entre 18 e 21 anos sejam autorizados a dirigirem caminhões de grande porte em rotas interestaduais. O programa está sendo desenvolvido pela Administração Federal de Segurança de Veículos Automotores (FMCSA, na sigla em inglês).

No ano passado foi apresentado um projeto semelhante, mas apenas voltado a jovens com experiência militar. No exército esses jovens recebem treinamento para operação de veículos grandes, e já poderiam dirigir um caminhão sem problemas.

O novo programa consiste em capacitação de jovens que não tenham nenhuma experiência com veículos pesados, e nem tenham servido ao exército. O programa foi aberto para um consulta pública, para receber comentários de partes interessadas.

O comunicado publicado pela FMCSA diz que o programa piloto precisa de comentários externos sobre a permissão para que jovens entre 18 e 21 anos sem experiência militar possam dirigir caminhões em rotas interestaduais.

De acordo com o órgão, será necessário criar programas de treinamento, entender as qualificações necessárias, as limitações de tempo e distância, os sistemas de segurança ativa e passiva nos caminhões e outros detalhes antes da criação definitiva do programa.

Estima-se que o programa seja lançado até o final do ano, e que os jovens dispostos a dirigirem caminhões sejam treinados em aulas práticas e teóricas, passem por um tempo de direção supervisionada por um motorista experiente, e ainda sigam uma série de outras regras rígidas, como limites de velocidades, tempo de direção e distância percorrida em cada viagem menores que os motoristas mais velhos.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

Rosemberg SANTOS SANTANA 16/05/2019 - 12:44

Enquanto aqui no Brasil tem que pular de galho em galho pra trocar as CNH .

Reply

Escreva um comentário