Produção do caminhão elétrico Tesla Semi é adiada

O poderoso e inovador caminhão Tesla Semi foi apresentado em 2017, com produção inicial prevista para 2019. Apesar disso, os planos da empresa mudaram.

Devido à dificuldade na obtenção de baterias, a produção comercial do veículo foi adiada para 2020. Elon Musk até disse que pode criar uma nova empresa, para entrar no negócio de mineração, e assim obter as matérias primas suficientes para a fabricação das baterias.

Elon Musk recentemente comprou uma empresa de transporte de veículos, a Central Valley Auto Transport da Califórnia, para poder entregar os carros Model 3 e Model S aos clientes.

De acordo com a Tesla, os caminhões Semi terão duas versões, de 300 ou 500 milhas de autonomia, o que dá 480 ou 800 quilômetros, com uma única carga das baterias.

O caminhão também é dirigido em posição central, com o motorista posicionado no meio do veículo, e na parte da frente, por não ter motor, o caminhão tem um porta-malas.

O preço deve variar entre US$ 150 mil e US$ 180 mil, e milhares de clientes já fizeram pré-encomendas do caminhão.

Fotos: Electrek

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal