Líderes dos caminhoneiros rejeitam proposta da tabela de frete apresentada pela indústria

O setor industrial apresentou modificações na tabela de fretes para o transporte rodoviário, nas reuniões que vem acontecendo com o Ministério da Infraestrutura. Essas modificações desagradaram os caminhoneiros, assim como a tabela que foi apresentada em julho, que não contemplava o lucro dos transportadores.

Para facilitar a aprovação da tabela dos fretes por todos os envolvidos, o governo dividiu as reuniões por grupos, dependendo dos tipos de cargas.

LEIA MAIS  PRF recupera caminhão roubado

O pedido do setor industrial é que a tabela de fretes seja usada apenas como referencial, sem ser obrigatória. Desde a criação da tabela de fretes, após a greve de maio de 2018, ela nunca foi colocada em prática efetivamente.

Apesar desse descontentamento dos caminhoneiros, o governo está tranquilo quanto às negociações, e não vê a possibilidade de uma nova greve.

Um comentário em “Líderes dos caminhoneiros rejeitam proposta da tabela de frete apresentada pela indústria

  • 08/08/2019 em 20:27
    Permalink

    Ninguem fala nada sobre a aposentadoria do caminhoneiro tiram todos da previdencia e nos como ficam nessa historia 65anos quem vai contratar um motorista de 60anos desempregado a empresaque eu trabalho so contrata motorista ate 50anos pronto fixa a dica.

Fechado para comentários.