RESENHA DO FILME COMBOIO (CONVOY)

por Blog do Caminhoneiro

O caminhoneiro Martin Penwald (Kris Kristofferson) é conhecido entre seus amigos carreteiros, como Pato de Borracha (Rubber Duck).

Após ser ultrapassado por Melissa (Ali MacGraw), a jovem se insinua e acaba colocando o carreteiro em dificuldades com a polícia.

O xerife Lyle Wallace (Ernest Borgnine) da cidade de Natosha, responsável por tê-lo multado a primeira vez, entra na frequência dos caminhoneiros e o induz, a ele e a seus colegas caminhoneiros, apelidados de Pocilga ou Curral de Porcos (Burt Young) e Mike Aranha (Franklyn Ajaye), a andarem acima da velocidade e assim pega-os no radar e multa-os.

Ao chegar a uma parada de caminhoneiros, conhecida como Posto do Raphael, Mike Aranha e Curral de Porcos, que insiste em dizer que seu apelido de estrada é Máquina do Amor, provocam, pelo rádio PX, o policial Lyle, que chega ao local onde eles se encontram para almoçar e começa uma grande confusão, onde policiais e caminhoneiros entram em confronto, destruindo por completo o estabelecimento comercial.

Para piorar, a namorada do xerife Lyle, tem um relacionamento amoroso com o caminhoneiro Martin Penwald (Pato de Borracha), que tenta acabar com a briga entre policiais e caminhoneiros, mas acaba envolvido nela.

Após prenderem os policiais com suas próprias algemas, os caminhoneiros não sabem o que fazer até que Rubber Duck (Pato de Borracha) decide  fugir para o Novo México afim de não ser detido e uma perseguição policial se sucede sendo que os amigos do caminhoneiro Martin Penwald (Pato de Borracha) o acompanham, bem como um grupo de caminhoneiros que formam um imenso comboio e que acaba por chamar a atenção do governador do Estado, que quer tirar proveito eleitoral da situação, tentando trazer os caminhoneiros para seu lado e assim se reeleger para o senado com a promessa de trabalhar para melhorar as condições deles.

Melissa (Ali MacGraw), que havia embarcado no caminhão do personagem Martin Penwald (Rubber Duck), vê a possibilidade de ganhar algum dinheiro com as fotos que tira do caminhoneiro, enquanto vive um affair amoroso com ele.

À frente do comboio, Pato de Borracha e seus amigos fazem de tudo para escapar da perseguição policial empreendida por Lyle Wallace que usa de todos os meios possíveis para tentar deter a fuga do comboio liderado por Martin Penwald (pato de borracha).

Na dublagem em português, o personagem principal é erroneamente chamado de Pato forte, sendo que a tradução original deixa claro que é Pato de Borracha, inclusive a música tema cita isso.

O Mack preto, dirigido por Martin (Kris Kristofferson) é o exemplo acabado da extravagância e do exagero de conforto que caracterizam os trucks americanos, sendo que a cabine oferece toda a comodidade inclusive um armário para camisas.

Comentário do Colunista: Esse filme marcou profundamente minha adolescência e certamente de todos os jovens apaixonados por caminhão. Quando o assisti pela primeira vez, no ano de 1982, já carregava uma grande paixão por caminhões, mas depois desse filme, vivia me imaginando liderando um comboio pelas estradas do Brasil.

O filme foi feito com base em uma música chamada Convoy (Comboio) de C. W. MacCall, sendo tema do filme homônimo.

Diretor: Sam Pekimpah

Curiosidades:

Os atores KRIS CRISTOFFERSON, ALI MACGRAW, ERNEST BORGNINE e BURT YOUNG, estrelaram os quatro filmes do diretor Sam Pekimpah que precederam o filme “comboio”.

  • Kris Kristofferson como Martin “Rubber Duck” Penwald
  • Ali MacGraw como Melissa
  • Ernest Borgnine como Xerife Lyle “Cottonmouth” Wallace
  • Burt Young como Pig Pen
  • Franklyn Ajaye como Spider Mike
  • Madge Sinclair como “Viúva”
  • Edward Blatchford como Roger

Trilha Sonora

“Convoy” de C. W. McCall

“Lucille” de Kenny Rogers

“Cowboys Don’t Get Lucky All The Time” de Gene Watson

“Don’t It Make My Brown Eyes Blue” de Crystal Gayle

“I Cheated On A Good Woman’s Love” de Billy “Crash” Craddock

“Okie From Muskogee” de Merle Haggard

“Southern Nights” de Glen Campbell

“Blanket On The Ground” de Billie Joe Spears

“Keep On The Sunny Side” de Doc Watson

“Walk Right Back” de Annie Murray

Roberto Dias Alvares

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

Roberto Dias Alvares 09/01/2020 - 10:15

Quem já assistiu esse filme deixe suas impressões e comentários sobre ele.

Reply

Escreva um comentário