ARTIGO: Redução de custos é um dos benefícios da primarização logística

por Blog do Caminhoneiro

A pandemia tem feito todos os setores repensarem seus custos, inclusive com a operação logística. Uma tendência que vem de encontro a quem deseja ser mais efetivo e minimizar a crise é adotar a primarização.

Desde a greve dos caminhoneiros, em 2018, e a incerteza do cenário no futuro, o tema começou a circular no setor. A questão do frete mínimo também ajuda a empurrar ideias de adoção.

Mas afinal, o que é a primarização logística?

Na primarização é a empresa que cuida de todas as etapas da operação logística com uma equipe própria para realizar a tarefa. Bom, você deve estar pensando: será que vale mesmo a pena adotar a primarização? É preciso montar uma estrutura interna para cuidar de toda essa operação.

Saiba que a tecnologia pode atuar de uma maneira diferente a favor da sua primarização logística. Ela possibilitou o surgimento de soluções inovadoras de logística de transporte, sendo possível utilizar os serviços de empresas que ‘fazem a ponte’ entre sua organização e os caminhoneiros.

Ela cuida de toda a gestão das cargas e da frota. E o melhor: com uma economia de até 20% no frete ao se comparar com transportadoras ou atravessadores. Há também a redução de custos adicionais com o transporte como diárias, estadias e descargas.

Outra vantagem é que, caso haja alguma dificuldade – principalmente de última hora – com os seus outros tipos de frete, é possível rapidamente contratar um novo frete. Isso se traduz em liberdade de escolhas. Sua empresa não fica ‘na mão’ de ninguém! É mais uma opção de transporte.

Inteligência artificial, machine learning, data science, business intelligence e internet das coisas são as ferramentas tecnológicas que possibilitam oferecer uma gestão integrada, eficiente e preditiva.

E o funcionamento é simples: sua empresa tem acesso a uma plataforma que oferece uma visão completa de cada operação, desde a oferta e a contratação do frete até a entrega da carga. Tudo em tempo real e com painéis intuitivos.

Já os caminhoneiros contam com um aplicativo onde são disponibilizadas as ofertas de carga e o histórico de viagens, entre outras funções.

A prestação de serviços logísticos vem evoluindo e passando por mudanças, principalmente na decisão de como contratá-los. Até quando sua empresa pretende continuar no passado?

Artigo escrito por Jarlon Nogueira, CEO da AgregaTech – empresa de tecnologia que oferece soluções inovadoras de logística de transporte para a indústria.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário