Decisão do STF impede PM de recuperar caminhão roubado no Rio de Janeiro

por Blog do Caminhoneiro

Alegando proteção à população, por conta da pandemia do coronavírus, o Supremo Tribunal Federal referendou uma decisão liminar no início de agosto, que proíbe operações policiais nas favelas do Rio de Janeiro.

Para que a polícia possa entrar nas favelas e fazer seu serviço, é necessária uma autorização especial do Ministério Público do Rio de Janeiro, o que aumenta a burocracia e inviabiliza operações de qualquer tipo. Com isso, um caminhão roubado, que está abandonado em uma favela não pode ser recuperado.

O caminhoneiro foi assaltado no último dia 21 de agosto, e o caminhão foi localizado em um terreno na favela Nova Holanda, na Maré. Apesar de estar a apenas 200 metros do 22º Batalhão da Polícia Militar, a decisão do STF impede que a PM recupere o veículo.

O caso até foi noticiado como se a PM se recusasse a recuperar o veículo por má vontade, mas trata-se de cumprimento de decisão do STF.

A empresa dona do veículo, sabendo do local onde o caminhão está, chegou a mandar cinco pessoas para verificar, mas o veículo permaneceu lá, por medo de alguma reação dos traficantes.

Além do caminhão dessa empresa, outro veículo roubado está no mesmo terreno, que funciona como uma garagem do tráfico, onde os veículos roubados são levados para transbordo das cargas em veículos menores. O roubo de cargas financia os traficantes.

O porta-voz da PM fluminense, coronel Mauro Fliess, alegou que a polícia está proibida, por deliberação do Supremo Tribunal Federal (STF) de realizar operações policiais em comunidade.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário