Começam a faltar motoristas profissionais no Brasil, tendência dos Estados Unidos e Europa

por Blog do Caminhoneiro

Uma realidade que vem trazendo prejuízos há anos para empresas dos Estados Unidos, da Europa e de outros países desenvolvidos, começa a se instalar no Brasil: A falta de motoristas profissionais. As informações foram divulgadas pelo IPTC – Instituto Paulista do Transporte de Carga, em parceria com o SETCESP – Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e São Paulo e Região. Acesse a pesquisa CLICANDO AQUI.

Os dados se referem à uma pesquisa elaborada pelo instituto, que mostra que o número de motoristas habilitados com a Carteira Nacional de Habilitação C, que possibilita a direção de caminhões com peso acima de 3,5 toneladas não articulados, caiu consideravelmente entre 2015 e 2020.

A redução foi de 5,9% ao ano no número de motoristas com CNH C desde 2015, com queda mais acentuada em 2017 e 2018, quando caiu 8,9%. Isso implica em um número superior a 1 milhão de motoristas.

Estados Unidos, que já sofre a anos com a escassez de mão de obra nos transportes, estima que faltam mais de 60 mil motoristas para as transportadoras do país. Se a tendência não se reverter, até 2028 deverão faltar 160 mil profissionais no país.

Na Europa os números também são alarmantes. Faltam 127 mil caminhoneiros no continente, sendo os países mais afetados a Inglaterra, Alemanha e Espanha.

No Brasil, até 2015, o número de motoristas habilitados com a categoria C vinha subindo, cerca de 1,4% ao ano, chegando ao patamar de 5,6 milhões de motoristas habilitados para essa categoria. Em 2020, o número de motoristas habilitados nessa categoria caiu para 4,5 milhões.

Além da redução da emissão e rebaixamento das CNH já emitidas, a idade média dos caminhoneiros no Brasil também é alta. A maioria tem entre 51 a 60 anos de idade. Em 2010 a maioria tinha entre 41 e 50 anos.

Na faixa entre 18 e 21 anos, faixa etária em que normalmente se obtém a CNH C, o número de habilitados caiu 64,1% entre 2010 e 2020.

Além disso, com o fim da crise 2014-2017, o número de motoristas contratados vem subindo consideravelmente, reduzindo a oferta de mão-de-obra disponível no mercado.

Outro ponto a ser considerado é que o número de motoristas que pedem demissão das transportadoras já é o segundo motivo mais declarado nos desligamentos, sendo o primeiro a demissão sem justa causa. Na base das empresas ligadas ao Setcesp, o número de motoristas que pediram demissão em 2019 foi de 2.864, e o número de desligamentos sem justa causa foi de 6.605.

A rotatividade de motoristas entre as empresas também tem causado prejuízos para as transportadoras, para treinamento e adaptação de novos motoristas. Somente em transportadoras de São Paulo, a cifra chega a R$ 18,7 milhões por ano.

Os salários vem subindo ao longo dos anos, com os motoristas CNH C recebendo, em média, R$ 2.064 por mês em 2019, maior valor já registrado. Apesar disso, o interesse na profissão está diminuindo.

O Setcesp também alerta que o Brasil ainda não está vendo essa realidade como um problema até agora, o que pode trazer imensos prejuízos à economia nacional em médio prazo. Estados Unidos e Europa demoraram a se posicionar sobre o assunto, e a falta de caminhoneiros tem afetado negativamente negócios de todos os tipos.

Para ampliar as informações sobre a falta de motoristas, o Setcesp está realizando uma pesquisa para descobrir os motivos que estão levando o Brasil à uma falta de motoristas no transporte rodoviário de cargas. A pesquisa é dividida em quatro etapas e pode ser respondida NESTE LINK.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

64 comentários
13

Artigos relacionados

64 comentários

Luciano Gervásio 13/09/2020 - 14:42

Só está com a falta de motorista por falta de segurança salário baixo empresa e sindicato sempre tramando contra os motoristas os direitos do trabalhador sempre vem sendo reduzido em fim não está mais com aquela vontade de ser motorista

Reply
Evandro Dufloth 10/09/2020 - 11:52

sabe porque cada vez tem menos motorista, porque motorista submete a ficar mais de 30 dias fora de casa, sem direito a descanso, é o empresário não quer nem saber, e para receber um meros salário em média R$ 2000
– Na estrada se não for abastecer no posto não pode pernoitar
– Policial rodoviário não vê camioneiro com bons olhos até parece que é bandido
– Quando o caminhão quebra nos fins de semana as vezes demora para achar um contato da matriz para resolver
– Quando menos se espera o caminhão bloqueia do nada
– Quando chega no cliente o controlador te trata como lixo no pátio
– Quando chegamos nas docas ou no local do descarregamento vemos a má vontade do empregado e não podemos fazer nada
– Quando falta suporte de ajuda da transportadora a maioria ou todas não trabalha em parceria com o Motorista
– Quando a gente se alimenta mal porque não tem outra opção para se alimentar melhor
– Tamanho a Responsalibilidade, estou com um equipamento que custa o conjunto Cavalo + Carreta em média de R$ 1.000.000,00 só esse fato já deveria o Motorista ganhar mais
– Risco de acidentes o tempo todo por causa da irresponsabilidade dos outros veículos, fato que sou contra a demagogia do atual código do transito, o maior veículo tem que cuidar do menor veículo , na verdade tem que ser ambas as partes. Às autos escolas não ensinam a como se comportar numa rodovia é uma máfia que só serve para tirar a CNH.
– Seguradoras ruins que não deixam transportadoras contratar motoristas porque tem pendência no Serasa, SPC como ele vai pagar a conta? Essa é mais uma hipocrisia que não deveria existir.

Para quem quer entrar nesse ramos pode ter certeza vai enfrentar tudo isso, motorista no Brasil não é unido, infelizmente não mudou a cultura das transportadoras porque ainda é arcaica, vejo muitos transportadoras com muitos caminhões parados porque será?

Já escutei Supervisor quer ser motorista, tem que trabalhar fins de semana sem reclamar.
Ou seja se parte operacional não está nem aí com motorista imagine que outros fazem com o Motorista. O que mais penso eles precisam do motorista para ter seus empregos e não ao contrário como a maioria pensa.
Antes de tudo a transportadora tem que mudar a filosofia de trabalho, sua missão seria valorizar o Motorista, investir em treinamentos, esse modelo atual de negócios já é ultrapassado. Muitos transportadoras acham que em breve vai ter um caminhão autonomo, mas como temos falhas de sinais dos satelites em vários locais no Brasil, ainda não poderam tirar a profissão do motorista.

De 2009 a 2018 trabalhei nos transportes, digo boa sorte para os amigos e amigas da estrada

Reply
Pablo 09/09/2020 - 01:26

Boa noite
Trabalho com caminhao a anos, Infelizmente e uma vergonha a situacao dos trabalhadores da area de transportes. Nao existe lei para motorista, nao tem hora pra dormir, nao tem hora pra comer, nao tem.tempo pra descansar, nao tem folga, nao tem salario que presta, nao tem um.lugar descente pra dormir uma vez que e a unica classe de trabalhador que viaja a servico e nao tem direito de dormir em um.hotel.
O sistema e tao covarde que paga uma diaria de 54 reais pra poder pagar cafe da manha, almoco, cafe da tarde, janta , banho, estacionamento e um lanche a noite. Em qual planeta conssegue arcar com essas depesas com 54 reais? Ai o motorista so almoca e janta porque o dinheiro nao da conta. As empresas exploram ate a alma do motorista que e sinonimo de escravo. Ai tem as estradas que sao um lixo colocando a vida do motorista em risco 24h por dia. Seguranca nao tem nenhuma ja fui assaltado e sei o que passei. Policia trata motorista pior do que se trata um.bandido. no estado do Rio entao devemos ter mais medo da policia do que dos bandidos.
Direitos trabalhistas nao temos nenhum pra dizer a verdade. Esses sao alguns dos milhares de motivos pra desanimar qualquer pessoa de trabalhar na area.
Ainda tem.as empresas onde carregamos e descarregamos que nao da nenhuma estrutura para o motorista aguardar dias pra carregar e dias pra descarregar( nem um banheiro decente tem na maioria das empresas, dependendo dp lugar passa sede , passa fome e se der vontade de ir no bamheiro ai fudeu de vez.
Mais isso tudo e culpa do propio motorista porque a maioria e sem vergonha e se submete a essa situacao.
Nunca vim um motorista fazer greve , quem faz greve e empresario dono de transportadora , nem.os autonomos nao fazem greve porque quer, fazem obrigados por pressao dos empresarios que pagam pra alguns bandidos cercar as estradas. E o governo sabe de tudo , e conivente com tudo ate as leis pra classe ja favoresse as empresas.essa nova lei entao da Dilma legalizou a escravidao dos motoristas.
E ai anima vim trabalhar dessa forma ?

Reply
Ricardo Luiz Maciel de Lima 08/09/2020 - 12:30

Tenho 57 anos 35 na estrada entre às idas e saída da profissão, ganharmos muito mal, SOMOS tratados muitas vzs com falta de educação nas empresas, polícia rodoviária, postos de abastecimento, é nas que carregam e descarregam, sem contar que quase nunca temos folgas e se reclamar nos dispensa, ggraças a Deus tenho 3 filhos homens que ñ seguiram a profissão e eu aguardo minha aposentadoria pra fazer outra coisa é ficar junto com a família

Reply
Luis 08/09/2020 - 11:33

Eu não quero mais essa profissao, será a minha última renovação depois vou rebaixar minha CNH e procurar outra profissao, não vou passar minha vida toda em uma estrada dentro de um Caminhão ou ônibus para ganhar pouco e o empresário ficar rico e melhor trabalhar de porteiro e quase o mesmo salário só que vou folgar 15 dias no mês estrada e só ilusao.

Reply
Renato Gomes Araújo 08/09/2020 - 09:22

Difícil de entender essa empresas, troquei minha cnh em 2018 para categoria E até hoje busco uma oportunidade e as empresas querem com experiência, aí fica difícil ter profissional no mercado se não dão oportunidade. Só de cursos de transporte tenho 11, não entendo corri atrás me qualifiquei e não consegui, as vezes é desanimador agente bater nas portas das empresas e nem sequer ser atendido.

Reply
Jair cucato 08/09/2020 - 00:32

A maior razão para o desinteresse pela profissão de motorista, é a diminuição dos salários e benefícios que não repõe a inflação. Um motorista com CNH , ganha 3 mil reais em média desde 2015 .

Reply
Úlcimar fuzinatto Junior 08/09/2020 - 14:02

Fala que precisão de motorista mas não dão oportunidade pra quem quer entrar na profissão e não tem experiência (ninguém nasce sabendo)….e lá fora do Brasil nem se fala, são uns ignorantes porque se precisão tanto porque não facilitam a entrada no país e assim não tem falta de mão de obra e prejuízo que nem diz o anúncio ai(ENFIM A IPOCRESIA)..

Reply
Gilberto Antônio Conceição 07/09/2020 - 20:57

KKKK TEM MUITO PROFISSIONAL BOM DESENPREGADO É AS TRANSPORTADORAS.E SEGURADORAS QUE COLOCAO OBSTÁCULOS NO TRABALHADOR DO VOLANTE.

Reply
DONO DE TRANSPORTADORA 07/09/2020 - 19:59

O que menos se tem no BRASIL é motorista profissional, o que se tem é um monte de vitimistas.
Ficam se fazendo de coitados nas redes sociais, mas a maioria não tem responsabilidade alguma com o caminhão ou com a carga, só pensam neles e nos mi-mi-mi que ficam propagando a todo momento, seja da empresa que trabalham,.do posto, da carga entre outros.
São funcionários como outro qualquer não esta satisfeito pede as contas e vai procurar coisa melhor, invés de ficar se martirizado os tal de “heróis sem medalha”
Pronto falei!!!

Reply
Carlos Rodrigues da Silva 07/09/2020 - 19:41

Acredito que os motoristas são muito mal remunerados por isso o desinteresse pela profissão, além da falta de consciência dos patrões que só querem lucrar nas costas do funcionario.
Esquece que o funcionário tem familia, filhos, esposa
Não respeita a folga do empregado.
Tenho muitos amigos caminhoneiros na rodagem
Sou profissional da área mais trabalho em usina transporte de cana.

Reply
Marcos Campos silva 07/09/2020 - 18:22

Sou motorista e já mais vou incentivar um filho meu ser motorista no Brasil.

Reply
Vinícius Perondi 07/09/2020 - 18:15

A falta de motoristas, é causada pela falta de oportunidades, as empresas querem que o motorista faça a carteira e tenha experiência comprovada de no mínimo 1 ano. Nunca terá motoristas dessa forma, tem um monte de gente com carteira na mão querendo trabalhar, o problema é que os velhos estão indo e a nova geração não tem vez.

Reply
Marcos Julião Alves de Oliveira 07/09/2020 - 17:37

A falta de motorista vem por conta de ser mal remunerado antigamente o salário de um motorista de ônibus era 5 salário mínimo , hoje não chega nem a 2 salários mínimo , qual o motorista de ônibus hoje que quer seu filho siga essa profissão ? Nenhum.

Reply
Esposa de caminhoneiro 07/09/2020 - 16:56

As empresas descontam o diesel no salário. O motorista tem que arcar com uniforme. Os gestores são desumanos. A empresa só quer sugar mas não oferece um salário digno aos motoristas.

Reply
batista 07/09/2020 - 15:57

Boa tarde eu sou caminhoneiro a trinta anos tudo isso que está acontecendo deve se agradecer aos empresários que só pensa em tirar tudo que os motorista tinham de direito aí ninguém quer a profissão mas tem um jeito mandar os chefe arrogante e os filhos dos donos das transportadoras ir para estradas para eles sentir na pele como e a vida na estradas pois assim eles vão valorizar os caminoneroa

Reply
Thiago 07/09/2020 - 14:43

Enquanto os motoristas forem tratados como lixo, Menos pessoas iram querer essa profissão, é empresa que paga pouco, é a humilhação que sofre na estrada, é motorista de carro pequeno que não respeita uma seta, é policial que não vale nada, que só humilha o motorista, é falta de atendimento em um posto, é roubo na estrada, não tem segurança alguma, é estradas horríveis em alguns locais, então é lógico que estará em falta de pessoas para essa profissão.

Reply
Alcides boletti 07/09/2020 - 14:30

Falta de motorista e simplesmente a colheita do que as empresas plantaram lá atrás

Reply
Railton Martins 07/09/2020 - 13:57

Sou caminhoneiro já a 25 anos, em relação ao assunto no meu ponto de vista, o problema tende a aumentar a falta de motoristas profissionais pela a humilhação e falta de respeito com nós caminhoneiros, muitas empresas e fazendas onde vamos efetuar um carregamento ou uma descarga, não nós oferece nem banheiro pra gente tomar um banho quanto mais uma alimentação, todos querem de alguma forma tirar alguma grana da gente, não vale mais a pena ser caminhoneiro pela falta de respeito e consideração.

Reply
CARLOS ALBERTO RODRIGUES 07/09/2020 - 13:43

Tenho 30 anos de experiência, tive cavalinho próprio que vendi em 2018 e hoje faço pinturas residências para uma imobiliária. Salário baixo pago por transportadoras, postos sem conforto e higiene para banho e descanso, falta de respeito ao motorista na coleta e entrega e até nos postos, muito tempo fora de casa e pouco tempo de folga. Turma mais jovem deve mesmo procurar outra coisa.

Reply
Paulo Eduardo Correa Marques 07/09/2020 - 13:41

Com certeza grande culpa dessa estatística se dá por conta das empresas. Estou desempregado há cinco anos.”sem carteira assinada”. Pois tento sem susseço uma recolocação no mercado e não me dão uma oportunidade. Tenho 54anos, 30 de profissão,me criei em cima de caminhão por conta de pai”falecido”e tios. Conheço diversas rotase lugares principalmente a região Sul do país. Pois mts preferem da vaga a essa garotada nova sem um mínimo de responsabilidade e proficionalismo. Motivo essa fé inúmeros acidentes.

Reply
WENDEL CERUTTI DA SILVA 07/09/2020 - 11:23

do jeito que as empresas querem ta faltando mesmo . exigem segundo grau completo e noçoes de informatica pra dirigir e ficar de 2 a 3 meses fora de casa ganhando 2000 mil reais e fazendo média de diesel .

Reply
Hamilton Rodrigues Campos 07/09/2020 - 09:58

Como fazer para ir ser motorista em outros países da Europa

Reply
Francisco Mendes de Sousa 07/09/2020 - 08:07

Acho que essas informações de emprego não é verdade sou motorista profissional desempregado já nem procuro mais emprego pq não tou conseguindo até pq minha região é muito carente de emprego moro no Piauí estou só de bico

Reply
Thiago+Garcia 07/09/2020 - 07:12

Conheço algumas pessoas que não dirigem caminhão mas tem a C ou D e não vão querer gastar com toxicológico só pra dirigir carro baixo e por isso vão rebaixar a categoria.

Reply
WESLEY LUSTOSA SANTOS 07/09/2020 - 07:52

O que mata a categoria são os salários baixos e as folgas motorista nunca foi valorizado nesse Brasil . A tendência de mão de obra vai piorar ainda mais . Eu por exemplo tenho 15 anos de experiência com ônibus e caminhão truck vou trabalhar por conta própria agora e não tenho nenhum interesse mais de ser contratado pra trabalhar em uma empresa .

Reply
RAMON SANTANA DA SILVA 07/09/2020 - 06:54

Sem esquecer das intensas jornadas de trabalho,falta de segurança,assédio moral dentro das empresas,folgas nas estradas,30,40,50 dias fora de casa e ainda vem da folga em pátio de posto onde você estiver. Não temos lugares seguros para descanso,pernoite,não temos banheiros limpos,exceto alguns pagos. Lamentável ver uma profissão tão importando,sendo desclassificada assim.

Reply
Tarcizio Laurindo 07/09/2020 - 21:29

Em primeiro lugr, quero comprimentar todos os profissionais do volante do nosso Brasil. Sou motorista profissional há 30 anos em Santa Catarina na cidade de Blumenau. Meu salário é razoável, porém algumas empresas remuneram muito mal o profissional do volante não considerando o valor do patrimônio que o profissional está conduzindo. Sem mencionar as condições que as paradas oferecem para descansar e fazer a higiene pessoal é desumana. Se for fazer um relato de tudo o que tem de ruim a lista será longa. Hoje se for fazer as contas, um motorista profissional teria que ter um salário inicial em torno de 6000,00 inicial aí sim não faltaria motorista profissional.
Abraço a todos os profissionais do volante.

Reply
RAMON SANTANA DA SILVA 07/09/2020 - 06:43

Como motorista carreteiro,venho aqui deixar a minha opinião sobre esse assunto. Como outros colegas sitaram a cima,a culpa é das empresas e sindicatos de transportes,que não valorizam a nossa mao de obra. Nos humilham,não dão condiçoes de trabalho adequado,nos proibe de tudo,inventam regras e mais regras para nós motoristas cumprirmos.
Nossas diarias tem 5 anos que não deram aumento,nosso salario aumenta entre 3 a 4 % ao ano,as despesas da estrada so aumenta,banho de 10 reais,comida feita de qualquer jeito e com preços absurdos.
Sou da Bahia,e na cidade onde eu moro,tem uma grande transportadora que,o dono é presidente do sindicato. Isso é um absurdo,ele nunca vai aprovar nada para nos beneficiar,muito pelo contrário,os motoristas dessa empresa,vivem reclamando insatisfeitos,muitos pedindo demissão. Lamentável o que vem acontecendo com a nossa classe,classe essa muito importante para a economia do país,mas,que ninguem da valor. A falta de União de nós da profissão também é um dos grandes problemas,pois,se fossemos unidos,tudo seria diferente.
Se ninguem tiver piedade de nós aqui na terra,vai chegar um momento que o Brasil vai parar,sem mão de obra e sem profissionais capacitados e com amor pelo o que faz. Um abraço e fica meu lamento.

Reply
Henry j Feiden 08/09/2020 - 22:24

Tive pouca experiência como motorista, quando era vendedor da extinta loja HM, no Paraná, substitui o motorista de entregas algumas vezes, tenho CNH C e também dirigi 1113 no quartel, mas o q eu vi viajando de moto por esse Brasil, e a falta de respeito com o motorista, tanto de policiais em abordagens desrespeitosas, como também de um serviço de péssima qualidade oferecido por postos de combustível sem estrutura e limpeza adequada de um banheiro, uma vergonha!! Tem posto que limpa o banheiro uma vez por semana!! Quanto aos frotistas não entro nesse mérito pq não trabalhei no ramo, mas os comentários não são muito favoráveis!! O sistema tinha q cobrar estrutura de apoio aos profissionais, como cobram a conduta e postura dos motoristas!!!!

Reply
Jader Carvalho 07/09/2020 - 06:39

Olha, a pouco tempo eu estava disponível no mercado, tenho e não estava conseguindo nem entrevista. Tenho experiência em caminhão, carreta, bi-trem, rodo-trem e ônibus a mais de dez anos e não conseguia nada. Agora vou trabalhar mais próximo de casa com caminhão próprio graças a Deus. As empresas precisam melhorar as condições de contratações, pois sem experiência não serve, com experiência só indicação… Ainda tem a questão da segurança na estrada, da estrutura pra banho e descanso e as folgas, tem empresas na região de BH dando folga na estrada para os motoristas. Ninguém quer ficar 30 dias na estrada longe da família não. Ou as empresas valorizam ou vai ter que buscar em países que está com a economia muito ruim, como Venezuela.

Reply
Lucas Austro 07/09/2020 - 06:32

É fácil,
É só Rever valores a categoria

Reply
Osimar Roveda Gomes 07/09/2020 - 00:48

Sobre todas as reclamações acima ,Só desejo que todo dono de transportadora fosse carreteiro com carga e descarga,puxando lona,dormino no caminhão ,fazendo xixi na garrafa pet e ficando quebrado no meio do nada,que passasse fome na estrada e fosse privado de dormir e que tivesse a amarga experiência de ser humilhado nas empresas por pelo menos uma viajem.

Reply
Wagner+Péppe 07/09/2020 - 00:29

E vai faltar ainda MAIS, por inúmeros fatores, tipo falta de segurança nas estradas DEVIDO à ROUBOS além de BAIXO salário!!!
Com 27anos de estrada estou deixando o trecho para ESTAR mais perto de CASA, nenhum salário do MUNDO paga a distância e a saudade da família!!!!
Me respondam; no ano qntas VEZES o caminhoneiro esta em CASA, aniversários, ir buscar o filho na ESCOLA, festas sociais, enterros de parentes ou conhecidos, etc… Vc tem casa confortável mas não mora nela, tem carro do ano mas não tem tempo para viajar c nele, vc paga clube pra familia mas eles vão sozinhos, raras vezes come a comida da esposa, da mãe, além de quê com mais de 20anis de estrada vc não encontra um professional sadio, TODOS nós estamos DOENTES de ALGO!!!!

Reply
Flavio 06/09/2020 - 23:31

São vários motivos salários baixos.carga horária.grande.assalto mas estradas.diaria pouca par motorista come na estrada

Reply
Sergio Maia 06/09/2020 - 22:40

Trabalho com onibus rodoviario. Culpados pela falta de motorista no Brasil são algumas empresas que depois que os empregados passam de 5 anos começam persiguições para mandar por justa causa. Por qualquer motivo fazem isso mesmo sabendo que será revertido na justiça. Onde deveriam valorizar o funcionário pensam somente em mandar embora sem pagar os direitos e obter “lucros”. Tem algumas aqui no Mato Grosso que estão trabalhando com gente sem a devida experiência pois já não encontram profissionais que querem arriscar a vida por salario tão baixo.

Reply
Ronaldo 06/09/2020 - 21:49

Aonde que está faltando motoristas?
Reportagem mentirosa.
Me falem aí aonde tem vaga para motorista?
Estou desempregado desde novembro só vivendo de “””bicos””” tenho experiência na carteira, curso moop, cargas 8ndivisíveis, condução de passageiros, NR 10, NR 20, NR 35 e por favor né 8nfirnen onde tem vagas.
Também sou operador de guindauto (munck).
MA FALA AI ONDE TEM VAGAS.

Reply
Ronaldo 06/09/2020 - 21:45

Na minha opinião, a tendência é que cada vez mais vai faltar profissional nessa profissão. Eu dirijo caminhão mas não incentivaria um filho meu a seguir essa profissão. A categoria sofre com falta de segurança, é mal remunerada, não é reconhecido e o principal,a categoria não aguenta mais sustentar o estado de São Paulo com essa indústria da multa. Imagina um policial militar rodoviária mandar vc fazer algo e quinze dias depois chegar uma multa por ter obedecido o mesmo. Se um dia houver a oportunidade eu largo a profissão.

Reply
Evandro Burati Ramos 06/09/2020 - 21:41

Hoje a falta de motorista profissional vem faltando pelo motivo das próprias transportadora que querem paga oque eles bem entende e não valoriza os profissionais que ainda existe e a tendência da falta é só piora se eles continuarem assim

Reply
Nelson Antônio 06/09/2020 - 21:37

Na minha opinião e simples a maior culpado por isso é as próprias empresas não estão dando o valor e condições suficiente ao seus colaboradores se não acordarem logo esse quadro só vai se agravar cada vez mais um profissional que carrega minhões para baixo e para cima arriscado sua vida precisa ter mais valorizados em todos os requisitos. Fica a dica.!!!

Reply
Bruno Silva 06/09/2020 - 21:06

Essa falta e devido a própria empresa pós tem muitas empresas que não valoriza o motorista que tem e também as mesmas não abrem as portas para muitos profissionais que querem iniciar sua carreira mesmo vindo de outros veículos como ônibus por exemplo ou trabalhar com caminhões de porte menor as empresas exige muita experiência de onde o motorista que quer iniciar sua carreira não tem por não ter oportunidade no mercado por isso está ocorrendo essa baixa

Reply
Geraldo 06/09/2020 - 21:05

E a tendência e faltar ainda mais !
Com chegada de aplicativos sucateando o serviço, algumas empresas praticamente escravizando os motoristas, aos poucos todos vão buscando melhorias, e vai chegar uma hora que também correrá risco de acabar a profissão, porque os lucros praticamente não existiram mais
Mais isso é tecnologia né !
Então é isso, começa pela a menoria e depois engolem os grandes e assim vai indo

Reply
Gezualdo Muniz Patrício 06/09/2020 - 20:51

Falta motorista porque as transportadoras querem que o motorista seja um Zé mandado e salário que vc ganha de jardineiro ou auxiliar geral falta salário digno ,as transportadoras fica refém de novato aprendiz que trabalha de graça

Reply
Márcio Tavares 06/09/2020 - 20:36

Pra mim falta de motorista e culpa das impressas q exigem de mais e não muita oportunidade pra qm QR realmente trabalhar .

Reply
Edvaldo Garcia Lopes 06/09/2020 - 20:27

Troquei Minha Carteira para categoria E em 2014.Tenho Mopp, cargas indivisiveis , transporte coletivo, ja perdi a conta de quantos curriculos ja enviei.Mas empresa nenhuma da oportunidade,ja enviei curriculum para empresa de todo o BRASIL, as empresas tbem tem q dar oportunidade, pois para aprender tem q praticar

Reply
Joel Zacarias De souza 06/09/2020 - 18:36

Sou habilitado na categoria E não consigo arrumar um um emprego de motorista porque ñ tenho experiência vou ter que rebaixar minha categoria para renovar ficar muito caro sem emprego não tem jeito

Reply
Francis 06/09/2020 - 18:09

Infelizmente o salário não compensa. Trabalhei de motorista de caminhão numa empresa de componentes elétricos e num hotel a qui em salvador além do salário baixo d+acredite eles só contratam como motorista na carteira não acresentão caminhão isso é uma vergonha melhor mudar de ramo o risco não compensa

Reply
ALESSANDRO CHICHITO 06/09/2020 - 17:29

Eu tenho 7 anos de motorista carreteiro na carteira nome limpo curso MOPP
Já fui em 3 empresas diferentes
Mais não me chamam
Eu acho que um pouco é exigência de mais.

Reply
Ricardo 06/09/2020 - 14:05

Eu tenho a habilitação categoria E + curso MOPP, desde 2017, porém, por não ter experiência as empresas não dão oportunidade. Não tem como termos a experiência antes da oportunidade…

Reply
Rogério Espíndola de Oliveira Cruz 06/09/2020 - 12:42

Com certeza deve diminuir mais aínda.
Hoje o motorista é exigido tudo e de retorno não recebe nada.
Salário inferior a diversas profissões, risco de vida eminente.
O motorista é responsável por um patrimônio de $ 500.000,00 no país onde a criminalidade é assustadora.
Não tem segurança nenhuma.
Fica trinta dias fora de casa e recebe o menos que muitas profissões.
Sem contar que chega nas empresas e somos perseguidos como marginais. Um péssimo tratamento.

Está muito defasado o salário.

Reply
Leônidas Pereira Gomes Júnior 06/09/2020 - 11:40

A minha queixa é exatamente igual à dos companheiros, infelizmente.
Sou registrado em uma empresa que paga R$1.865,00, comissão, mais diárias. O problema é que todo mês falta dinheiro, e se reclamar: dizem!! Se não está feliz peça conta…
Pedimos para mandar embora, mas sem sucesso, não temos folgas planejadas, pagam tudo fora do holerite, como posso ficar feliz com uma profissão dessas. E aí me perguntam? porque não muda de profissão?, vai para para outra empresa!!!.
Só que no Brasil, infelizmente devido ao alto número de desempregados, estas empresas cada vez mais contratam pessoas que aceitam qualquer salário por estar desempregado, “eu no lugar delas também aceitaria o emprego”.
Com isso há mudanças constantemente nos nossos salários, planejamentos de horários desumanos. Tudo isso para chegar no horário que os clientes querem. Isso tipo de nescessidade com horários vem aumentando demais no Brasil. Com isso ninguém mais trabalha por prazer!!! E sim por nescessidade. Contudo vemos os verdadeiros profissionais desistindo da profissão.
Trabalho há dez anos como carreteiro nunca me envolvi em acidentes, não chega multas na empresa referente a placa do caminhão que trabalho. Porém eu também quero parar por causa da quantidade absurda de motoristas que não tem noção do quanto é perigoso a nossa profissão de camioneiro, muitos trabalham fazendo da profissão momentos de aventura!!!!!.
Culpa dos motoristas, não!!! De maneira nenhuma.
Culpa das empresas!!!. Por que tem o transporte como maneira de lucro e não como ” Levar o progresso”, isso faz com que a cada dia as empresas contratem pessoas dispostas a quase se matar de tanto dirigir, por um valor que não dá para se manter na estrada. ” Por causa do desemprego”
Ou vocês acham que os motoristas passam bem!!!!
Vivem de salgados, Refrigerantes, marmita uma vez por dia, café preto e na maioria das vezes cigarros e rebites. Isso é a mais pura realidade. Como podemos estar felizes numa profissão dessas. Sem respeito, sem saúde, sem dormir direito, sem comer direito, sem receber o justo que é nosso por direito. Tenho quatro filhos 19, 17, 15, 9. Nenhum deles deixei até hoje, se quer entrar dentro de um caminhão, pensei nunca dizer isto mas infelizmente, estou deixando a minha pele na estrada e nem que morra nela, mas não teram esta profissão.
E acredito que muitos companheiros pensam da mesma, porém que são profissionais.
Abraços a todos!!!!
Boa sorte à todos!!!!
E espero do fundo do meu coração que um dia este cenário mude.
Att,
Leônidas Júnior
QRA: BRUTUS
Unidade: 135 da casa.

Reply
Isac 06/09/2020 - 21:06

parabéns Leônidas Junior pelo seu texto infelizamente essa é a pura realidade, esperamos que haja mudanças no sistema.

Reply
Paulo Roberto Camargo de Oliveira 06/09/2020 - 07:56

Estou disponível para o mercado de trabalho sou motorista carreteiro,resido em Paraguaçu Paulista SP, experiência,mope,etc

Reply
JOSE MANOEL MARTINS 06/09/2020 - 04:57

A falta de valorização do profissional é o principal fator da falta de interesse na profissão, os salários são baixos, as folgas não são respeitadas é comum ficarmos mais de três meses sem ir para a nossa casa, os rastreamento brincam com a nossa paciência não respeitam nosso descanso noturno, fazem absurdas, o atendimento é péssimo e não educado, tem empresas em que os operadores apostam quem será o primeiro motorista que irá perder a paciência com eles, a maioria das empresas não escutam os motoristas quanto a manutenção de seus caminhões só querem que rodem não importa com a segurança e muito menos com o seu patrimônio, colocam jovens que nem saíram da casca do ovo para querer ensinar o padre nosso ao vigário, se tirarem o Google mapas deles não saberão ir para casa e querem discutir rotas mal sabendo que conhecemos o Brasil como a palma de nossa mão, se as empresas querem mais lucros é simples basta nos ouvir.

Reply
Edmar 05/09/2020 - 21:43

Graças á Deus essa juventude não vê futuro nesta profissão,cada dia pior,somos humilhados em todos os lugares,desrespeitados e tratados como lixos,descartáveis principalmente pelos cotistas.Salarios de fome,sem folga,sem direitos,quem quer ter uma profissão dessas?

Reply
Delmar Hezer Totola Junior 05/09/2020 - 19:22

Infelismente vai faltar cada vez mais tenho 32 anos aprendir a profissão com meu pai as 14 anos esperei o tempo certo pra tirar minha primeira habilitação e trocar as categorias depois mas de 2009 pra cá tudo so piora falta fiscalização nas empresas eles fazem o que querem conosco e nao temos valor nenhum se algo nao for feito pra nossa categoria cada dia alguem vai desisitir ou seja vai começar a faltar tudo no pais nas cidades mercados hospitais etc etc sem caminhão o brasil para

Reply
wagner 05/09/2020 - 16:36

vai falta mesmo as empresa nunca da valor em motorista tem manda dono dessas empresa pega os caminhao deles e por os filho deles trabalha ou as mae deles a trabalha ….bando de safados vai falata muito motorista ainda neste ramo

Reply
Davis da Silva medeiros 05/09/2020 - 15:21

Tem empresas que desfazem muito do caminhoneiro cortando por qualquer motivo dando balao de seis meses aproveitando mesmo por ter seguranças despreparados e achando que são deuses esse tipo de empresa com seguranças e chefe de segurança despreparo no futuro vai amargar com o depósito cheio de mercadoria e sem ninguém para levar o frete dela estão humilhando o carreteiro não vou citar nomes mas tem empresa que não dá almoço mesmo vc estando lá para descarregar o dia inteiro se quizer vc vai ter comprar e como fora do pátio da empresa porque até isso ela proíbe slde vc comer dentro da cabine do caminhão absurdo isso,tem emprego aí que está exigindo mais que o policial rodoviário da vontade até de rir desse tipo de empresa só carreteiro e sei bem o que falo

Reply
Douglas Machado Rodrigues 05/09/2020 - 14:56

Se as empresas dessa mais oportunidades e oferecesse treinamentos pra aqueles que estão nas autos escolas trocando a categoria ê já seria uma grande oportunidade

Reply
Rodrigo Gonçalves 05/09/2020 - 14:24

Aqui em Manaus acabei de sai de uma empresa, trabalhar de carreteiro quando chegar final de mês no pagamento meu salario saia 500 reais isso e uma vergonha pra nosa categoria.

Reply
REGINALDO OLIVEIRA 05/09/2020 - 14:12

TEM EMPRESAS QUE ABRE VAGAS MAS PEDI TANTOS REQUISITOS QUE TEM QUE SEREM ENTREVISTADOS PELA NASA.. E MAIS…….. O SALÁRIO É MUITO POUCO PARA OS CAMINHONEIROS ,, FORA OS DESAFOROS QUE PASSAM NAS ESTRADAS RUINS E POLICIAIS EXPLORADORES.

Reply
Josinaldo Jose de Farias 05/09/2020 - 13:13

Motivo principal salários baixos e algumas empresas querem atrelar premiações à metas impossíveis como exemplo uma média muito fora da realidade
Aí o profissional vai pra onde se sente mais valorizado
Simples assim

Reply
Alexandro 05/09/2020 - 13:12

Também não temos valores salários baixos um salário de 1.946.00 não é salário digno da profissão tem multa que o motorista vai ficar sem salário

Reply
FLAVIO CLAUDINO AZEVEDO DA SILVA 05/09/2020 - 12:56

Eu sempre trabalhei como motorista de ônibus de turismo ou de transporte de passageiros .tenho maio vontade de me tonar um motorista de carreta .mais aqui no estado do nordeste é muito difícil de contrata sem experiência profissional.

Reply

Escreva um comentário