Contran altera critérios para instalação de radares

por Blog do Caminhoneiro

Em reunião virtual na última quarta-feira, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu que a instalação e uso de radares de velocidade, fixos ou portáteis, deverá seguir critério técnicos definidos pelo órgão.

Os novos radares só poderão ser instalados em locais onde não fiquem escondidos, como atrás de postes, pontes, passarelas, viadutos, placas e etc., além de só poderem ser instalados em locais onde houver sinalização indicando o limite máximo de velocidade da via.

As vias onde os radares fixos forem instalados também deverão contar com placas indicando a redução gradual de velocidade.

A medida visa promover uma fiscalização ostensiva no trânsito, mas com caráter educativo, e não punitivo e arrecadatório, como vem ocorrendo até hoje.

“O propósito das mudanças aprovadas é fazer com que o condutor seja alertado do limite de velocidade da via, perceba os riscos, reduza a velocidade do veículo e, assim, diminuir a chance de ocorrer acidentes. O que se pretende é fazer com que os limites de velocidade sejam obedecidos em vez de simplesmente multar o condutor. A fiscalização ostensiva e educativa fortalece medidas preventivas e de segurança, evitando violações de normas”, disse o presidente do Contran e diretor-geral do Denatran, Frederico Carneiro.

Além disso, fica proibido o uso de radares fixos ou portáteis que não registem a imagem do veículo infrator, e a restrição do uso de radares fixos em trechos críticos e de vulnerabilidade de usuários da via, especialmente, pedestres, ciclistas e veículos não motorizados.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!