Dirigimos o novo DAF XF – Conforto, potência e tecnologia para as estradas brasileiras

por Blog do Caminhoneiro

À convite da DAF, o Blog do Caminhoneiro esteve em Ponta Grossa-PR, visitando a fábrica da montadora, o novo centro de distribuição de peças, e também passando um tempo a bordo do novo DAF XF, modelo lançado no final de agosto no Brasil.

Além das mudanças visuais, que deixam o caminhão ainda mais moderno e em linha com o XF europeu, o modelo também recebeu muita tecnologia e diversas evoluções de projeto, melhorando muito em comparação com o XF 105, fabricado pela empresa desde 2013 no Brasil. A produção do XF 105 foi encerrada, e agora somente novos XF são produzidos pela montadora, ao lado do CF, modelo que ainda não foi atualizado.

A mudança mais perceptível visualmente é a nova dianteira, com novos faróis, maiores que os da geração anterior, e com lentes Lexan, material que é usado em janelas de avião, e garante resistência e uma iluminação eficiente, podendo receber faróis em LED.

O novo parasol, integrado com o design do teto do modelo, aliado às novas linhas do caminhão, favorecem a aerodinâmica. O para-choque, em aço, garante mais robustez, e como opcionais, o modelo pode receber acabamento com maçanetas e degraus na cor da cabine, deixando o visual ainda mais bonito.

A cabine pode ser Space ou Super Space Cab, variante com 2,10 metros de altura, ambas com teto alto e muito espaço interno. Equipado com o pacote de acabamento Exclusive, o caminhão recebe acabamento em couro, com detalhes em alumínio escovado.

Motor

Apesar do motor receber a mesma nomenclatura que a versão anterior, Paccar MX-13, foi totalmente retrabalhado para oferecer ainda mais potência e torque, com 480 ou 530 cavalos de potência e 2.500 ou 2.600 Nm de torque, respectivamente.

O turbo é do tipo VGT, com geometria variável, elevando o torque mesmo em baixas rotações, e o novo propulsor conta ainda com novo compressor do ar-condicionado, que funciona com menor velocidade, e novas bombas de direção e de óleo com velocidade variável e de alta eficiência.

Câmbio

O câmbio do novo XF é o ZF TraXon, totalmente automatizado, de 12 velocidades, com relações mais longas, que proporciona troca de marchas mais rápidas, suaves e silenciosas.

Esse câmbio é equipado com um Controle Preditivo de Cruzeiro, com todas as principais rodovias e estradas do Brasil mapeadas topograficamente. Com isso ele prevê os próximos quilômetros da estrada usando GPS, já se preparando para as trocas de marchas, visando redução de consumo de combustível.

Freio motor

Um dos destaques do modelo é o novo freio motor, de cabeçote, com 490 cavalos de potência, que oferece toda sua potência mesmo em rotações mais baixas. Ele tem três estágios, que permite ao motorista um planejamento melhor de seu uso.

Tecnologias

Uma das grandes novidades do modelo é seu pacote tecnológico, que oferece melhor dirigibilidade, segurança e menor consumo de combustível.

O computador de bordo fornece dicas e dá notas para a condução do caminhoneiro, por meio do Assistente de Performance do Condutor, possibilitando extrair o máximo de performance do caminhão.

Como dito anteriormente, o Controle de Cruzeiro Preditivo, um piloto automático que funciona por meio do GPS e de uma leitura do relevo, consegue ajustar a velocidade e a troca de marcha ideal.

Também estão disponíveis sensores de pressão dos pneus, monitor de energia da bateria, Sistema de Frenagem Avançada, que identifica objetos à frente, e pode freiar o caminhão se for necessário, quando não há ação do motorista.

O caminhão também pode ser equipado com Sistema de Aviso de Saída de Faixa, que alerta o motorista se ele sair da faixa de rolamento sem acionar o pisca do caminhão.

O XF também é equipado com Controle de Estabilidade do Veículo, que evita derrapagens e acidentes do tipo L com a carreta.

Preparado para o futuro

A nova geração do XF, apesar de contar com motores Euro 5/Proconve P7, já está preparada para a vinda da norma Euro 6, prevista para 2023. O modelo conta com novo catalisador SCR, mais eficiente e mais compacto, além de usar um sistema EGR, de recirculação dos gases do escapamento, mais inteligente, que só é usado se os sensores identificarem que existe a necessidade de requeima dos gases do escapamento.

Segurança

A DAF teve um cuidado especial com a segurança dos componentes do caminhão, que poderiam ser roubados nas estradas. Por isso, a abertura do capô só pode ser feita pela parte interna da cabine, e a caixa de baterias, que praticamente não precisam de manutenção, foram posicionadas em baixo da escada de acesso ao chassi.

Produção

Desde agosto, a geração anterior, XF 105, já não é mais produzida. Atualmente, a linha de montagem da DAF em Ponta Grossa tem produzido cerca de 17 caminhões por dia, principalmente do novo XF, nas versões 4×2, 6×2 e 6×4.

A DAF tem feito a maior parte de sua produção para suprir as encomendas. Isso é visível na linha de montagem, que nós visitamos, pelas cores dos modelos. De acordo com a montadora, para estoque, a maioria das unidades é branca, enquanto para encomendas, os DAF saem de fábrica com uma das 13 cores disponíveis.

É o caso da nova cor Aurora Orange, que já tem várias unidades sendo produzidas na fábrica, para atender à encomendas de clientes.

Impressões ao dirigir

Para nossa visita na fábrica da DAF, esteve disponível um DAF XF 530 6×2, engatado em uma carreta LS 3 eixos Noma. Foram dois trajetos realizados, sendo um em uma pista dentro da imensa área onde está localizada À fábrica, e outro em rodovia, pela PR-151, num trajeto de cerca de 40 quilômetros, entre Ponta Grossa e Carambeí.

Ao entrar no caminhão, disponível para o Blog do Caminhoneiro na versão Super Space Cab com acabamento Exclusive, já é de se impressionar com o amplo espaço interno da cabine, com bancos muito confortáveis, com várias regulagens, além de contarem com aquecimento e ventilação interna.

Dentro da cabine, mesmo com um túnel do motor baixo, é possível se movimentar com facilidade, principalmente pela altura total, de 2,10 metros, permitindo a utilização de amplos armários sobre o parabrisa e também um beliche na parte de trás. O colchão da cama é amplo, e bastante confortável.

Um dos grandes destaques é a ergonomia para o motorista, com controles acessíveis sem necessidade de se esticar sobre o assento. Muitas funções, como o controle de cruzeiro, estão disponíveis no volante, facilitando a operação.

Com auxílio de um instrutor da DAF, saímos pela rodovia para o trajeto, podendo usar as tecnologias disponíveis no caminhão. Com o controle de cruzeiro adaptativo, que segue o fluxo do tráfego à frente, praticamente não é necessário acionar os dois pedais, acelerador e freio, já que o caminhão faz o controle de velocidade de forma precisa.

O freio motor se mostra muito eficiente, segurando muito bem o caminhão, sem necessidade do uso do pedal do freio para redução de velocidade, como para passagem de lombadas.

A ampla área envidraçada permite uma visão quase sem pontos cegos da estrada à frente, e os espelhos retrovisores são bem projetados, com visibilidade total do que acontece nas laterais e atrás do caminhão.

O aviso de saída de faixa também é uma tecnologia muito eficiente. Qualquer “pisada” sobre as faixas pintadas na rodovia já alerta o condutor. Caso a rodovia não tenha pintura, devido à obras ou desgaste, o sistema entra em pausa automaticamente, evitando alertas desnecessários.

Apesar do tamanho, estar a bordo e dirigir um caminhão com tanta tecnologia é simples, e em poucos quilômetros o motorista já se sente confortável para operar todos os comandos do caminhão.

Destaque também para a potência e torque do motor, que oferece força para realizar acelerações, como ultrapassagens, de maneira suave e constante.

A cabine também oferece um nível de ruído muito baixo, e as trocas de marchas, graças ao novo câmbio Traxon, da ZF, praticamente não são percebidas na cabine.

Os novos caminhões XF tem se mostrado excelente opções para os transportadores, que veem na marca a robustez, durabilidade, conforto e potência oferecidos desde a versão anterior do XF 105, e agora melhorados com o novo XF.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

5 comentários

Carlos 06/11/2020 - 14:42

Não consegui ver os encostos de cabeça nos bancos, será que é necessário?

Reply
Vitor mitsuo 05/11/2020 - 11:21

O CCP não e tão eficiente como vcs falaram na matéria!estou com um XF ,530 em teste na Ademir transporte! Mais o caminhão e muito econômico e confortável!

Reply
Mauricio Ricardo Pinheiro 05/11/2020 - 08:41

A única observação desmerecedor a é o fato do design externo da cabine ser quase uma cópia do Scania S. De resto, é uma máquina de respeito.

Reply
Jose Cardoso 05/11/2020 - 02:18

Rodo com um a dois anos, do melhor que a Daf fez, muito bom

Reply
Celestino Gonçalves Filho 04/11/2020 - 14:13

Bonito caminhão e de tradição em durabilidade e manutenção. Roda firme, segundo comentários de usuários.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!