Grupo G10 se pronuncia sobre reportagem com semirreboques com quarto eixo

por Blog do Caminhoneiro

O Grupo G10 é uma das empresas que faz parte do projeto de homologação definitiva do projeto do implemento com quarto eixo junto ao Denatran. Após matéria veiculada no Fantástico, no último domingo, o grupo publico um vídeo com Marcos Scioli, Gerente Jurídico do Grupo G10, com diversos esclarecimentos sobre o tema.

O Grupo G10 tem acompanhado e realizado estudos técnicos complementares em conjunto com uma equipe multidisciplinar, e, desde o início de 2019, foram realizadas diversas reuniões com os órgãos competentes sobre o tema.

O gerente também destacou que os implementos usados pelo Grupo G10, dotados do quarto eixo auto-direcional, são devidamente legazilados, obedecendo todos os requisitos da Resolução Contran Nº 292 DE 29/08/2008, e passando também por inspeção veicular válida, com emissão do Certificado de Segurança Veicular e do CRLV válidos, que permitem o tráfego em rodovias de todo o Brasil.

O grupo G10 informa ainda que a configuração é mais versátil, mais ágil, mais dirigível, e tem maior facilidade para ser ultrapassada por outros veículos.

Ele ressalta ainda que, diferente do que foi informado pela matéria da Rede Globo, o peso do conjunto não representa excesso de peso nas rodovias, já que a composição com quatro eixos tem capacidade para 58,5 toneladas de Peso Bruto Total Combinado, seguindo as normas das legislações já existentes.

O Grupo G10 também já apresentou diversos resultados de testes aos órgãos competentes, ressaltando ainda que o processo para homologação desse tipo de implemento já está em fase final.

Veja o vídeo na íntegra abaixo:

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

18 comentários
2

Artigos relacionados

18 comentários

Thiago Lima 12/12/2020 - 07:05

Deviam estar preocupados é com truck rodando com 25t, 6 eixos rodando com 40t, isso sim sobrecarrega estradas, pontes e freios e derruba o frete.

Reply
Ronaldo trevizol 11/12/2020 - 22:43

Esses implementos do barateiam os fretes. O senhor sobre rodas e o inventor de implementos estraga frete. 9 eixos 11 4 eixo cavalo agora 4 eixos carreta mas ninguem fala em estrada. Só tem estrada onde se paga absurdos valores além de retirá empregos. Ninguém fala nada de salário so regras investem em rastreamento. Já chegou os motoristas ” motoristas” estão se aposentando e parando.

Reply
Luis 11/12/2020 - 22:24

Esse povinho da g10! E bolsomins seguidores disfarçado do retardado mental Bolsonaro tá distorce a reportagem…. reportagem fala que tem caminhões velhos ( acima de 20 anos) colocando esse equipamento no veículo,pois veículo não tem estrutura mecânica e os freios não tem tecnologia pra suportar peso , pois caminhão não tem reforço estrutural pra suportar o peso adicionando e motores não suporta e sendo assim caminhão com implemento (4eixo) não é seguro na rodovia…. presta atenção na reportagem seus bolsomins idiota…..

Reply
Jackson 11/12/2020 - 22:22

Engraçado que a Globo não mostra a máfia do detran né? pq não mostra a corrupção das auto-escolas e examinadores dos detrans onde vc reprova 3,4 vezes até se ver obrigado a pagar propina pra ser aprovado… a globo que vá pro inferno só valoriza o que não presta desde o dia da morte do mala lá no carrefour eles ficam endeusando o cara agora o policial que foi morto no rio na covardia deram uma notinha de25 segundos ….

Reply
Jailson Pinto 11/12/2020 - 14:54

Se ah legalidade na resolução do Contran nro 292
o pq dessa reportagem da Globo talvez a jogo de interesse

Reply
Ezequiel 11/12/2020 - 14:09

Empresários zoiudos cada vez mais colocam eixos nós caminhões para carregar mais peso e derrubar ainda mais o valor do frete .cadê que eles valorizam seus motoristas que parecem escravo .

Reply
Aldemil Perina 11/12/2020 - 12:49

Deveriam procurar o outro lado, ou seja que trabalha com esse equipamento. É tao seguro como qualquer outro. Essa rede globo e um lixo mesmo!

Reply
Junior 11/12/2020 - 06:59

Parabens ao mp de sp e a reportagem p mostrar e barrar essas gambiarras!

Reply
Marcos 11/12/2020 - 06:57

Não sou muito de televisão,mas percebi que estão destorcendo o que a Globo publicou que é a corrupção no setor de inspeção de implementos rodoviários

Reply
Pastor Scarpin Gusso 11/12/2020 - 06:15

Quem fala mal do Brasil, deveria estar criticando quem faz ou comete erros. Este é o maior problema do país. Terceirizam a culpa. O vereador aumenta o próprio salário, e ao invés de “brigar” para combater isto, xingam o país. A imprensa faz uma reportagem tendenciosa, e ao invés de escrever uma crítica para ela ou boicotar, xingam o país. Se querem que o país mude, comece em sua casa. Do saiu não vai cair a solução. No máximo, chuva.

Reply
Francisco Araujo 11/12/2020 - 01:12

A Globolixo não tem matéria para mostrar nos horários nobres, e fica perseguindo os q trabalha para levantar esse País de políticos corruptos e gente trabalhadora.

Reply
Jader 11/12/2020 - 00:04

A Globo procurando meios de prejudicar os caminhoneiros, sempre fazem isso. A maioria dos caminhoneiros apoiaram o presidente, aí tentam prejudicar. Essa emissora nunca falou da tabela do frete.

Reply
ralfo penteado 11/12/2020 - 00:03

Reportagem para fortalecer a burocracia extorsiva do país. O grõbo de entendido em saúde também o é em mecanica.

Reply
Gilberto assis 10/12/2020 - 23:58

A reportage foi sobre supostas fraudes na hora de legalizar os eixos podendo trazer danos as pontes e viadutos nada contra caminhoneiros pelo q entendi

Reply
Edvaldo 10/12/2020 - 22:16

Vejo tanto comentários sobre o 4 eixo alguém dirige ou tem pra sair questionando porque pra mim e uma forma econômica de trasporte com veículo curto mas sabemos que existe várias polêmica sobre a tração se deve ser 6×2 ou 6×4 mas a maioria não sabe que o 6×4 não e permanente só usado em subidas ou estradas de terra

Reply
Antonio Carlos Ramos 10/12/2020 - 21:50

Por mais peso e o cavalo mecânico o mesmo não é o eixos que estraga a rodovia e sim o tracionamento vejam nas ter eiras faixas a vala que faz as saída de quebra molas tudo danificado causador a tração dos veículos quanto mais peso ele arrasta mais ele estraga, carregue 45 toneladas brutas em um cavalo traçado e veja quanto vai durar as rodovias , agora carregam 60 t 70t 80t e a tração a mesma e ainda brigaram pra por mais eixo. Os engenheiros sabem que o peso no eixo pouco estraga apenas não segurança para os freios . Temos que pensar em preço de frete, peso não traz lucro.

Reply
Claudimar Storch 10/12/2020 - 14:23

Jornalistas, querendo aparecer, fazem o incalculável e inimaginável para alcançar seus objetivos. São, na maioria, irresponsáveis e inescrupulosos. Jamais serão profissionais os que agem dessa forma!
Sei que existem muitos jornalistas realmente interessados em fazer um bom trabalho. Porém, a maioria só querem derrubar e destruir, para serem famosos.

Reply
Ivan Sulsbach 10/12/2020 - 13:14

Esse é o nosso Brasil da vergonha, poderiam bem estar brigando na justiça pelo valor justo de frete ao invés de legalizar veículos pela ganância, tabela da ANTT que p mim não existe órgão tão sem serventia!

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!