FPT comemora a produção de 10 mil motores Cursor 13 a gás na Europa

por Blog do Caminhoneiro

A linha de produção da fábrica de Bourbon-Lancy, na França, fabricou, em 9 de março, o 10.000º motor FPT Cursor 13 Gás Natural. Em pouco mais de três anos após o seu lançamento, o motor já equipa milhares de caminhões na Europa, e é o motor mais potente 100% movido a gás natural para operações rodoviárias.

O FPT Cursor 13 NG também é o primeiro especialmente desenvolvido para missões de longa distância, entregando alta confiabilidade e menores custos de operação.

Inaugurada em 1902, a fábrica na região de Borgonha, na França, fabrica motores da série FPT Cursor desde 1998. A produção atual inclui as séries Cursor 8, Cursor 9, Cursor 10, Cursor 11, Cursor 13 e Cursor 16 para aplicações on-road, off-road, geração de energia e marítima, com 77 configurações e mais de 5.700 aplicações disponíveis. A unidade tem cerca de 1.300 funcionários, o que a torna a principal empregadora da região.

O FPT Cursor 13 NG tem potência de 460 hp a 1.900 rpm e torque de até 2.000 Nm a 1.100 rpm, funcionando 100% com gás natural, e representando uma solução de fácil utilização para os usuários finais, já que aceita GNV (gás natural veicular) e GNL (gás natural liquefeito). A solução de biometano é capaz de reduzir os níveis de emissões de CO₂ a um patamar próximo a zero.

Contando com a tecnologia de combustão estequiométrica, o FPT Cursor 13 NG segue os limites de emissões Euro VI Step C com um catalisador de três vias simples e fácil de instalar sem EGR, SCR e DPF (solução sem regeneração). O nível de emissões de CO₂ do motor é significativamente menor (-9%) comparado ao diesel. Ao mesmo tempo, o FPT Cursor 13 NG gera reduções de material particulado em 98% e de emissões de NOx em 48%, comparado com motores a diesel. Os motores a gás natural também diminuem a poluição sonora graças a um ciclo mais suave e silencioso de combustão, reduzindo de maneira considerável o ruído de funcionamento para menos de 71 dB.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados