Entregas de caminhões pesados elétricos Volvo começam esse ano na Europa

por Blog do Caminhoneiro

A Volvo colocou a venda três modelos de caminhões totalmente elétricos na Europa, nas versões FH, FM e FMX, que atendem uma ampla variedade de aplicações rodoviárias e dedicadas. Para a montadora, esse é o momento para que as empresas acelerem a eletrificação no setor de transporte rodoviário pesado.

De acordo com a Volvo, com a ampla gama de aplicações possíveis para veículos elétricos, a União Europeia poderá ter metade de todos os fretes feitos por caminhões elétricos em um futuro próximo.

Além da disponibilidade de modelos elétricos, a busca dos transportadores por essas soluções, muito mais amigáveis ao meio ambiente, são impulsionadas por metas climáticas ambiciosas, e pelas demandas de clientes, que buscam a descarbonização do segmento de transportes.

“Cada vez mais os transportadores estão percebendo que precisam iniciar sua jornada de eletrificação agora, tanto por questões ambientais quanto por razões competitivas, visando satisfazer as necessidades de seus clientes por transporte sustentável. Com nossa oferta ampla, é totalmente viável que empresas de transporte sigam nessa jornada”, diz Roger Alm, presidente da Volvo Trucks.

Além dos modelos FH e FM, voltados à operações rodoviárias de curtas e médias distâncias, a Volvo irá iniciar as vendas do modelo FMX elétrico, voltado para operações vocacionais, como construção civil. Esses três modelos se juntam aos caminhões FL e FE elétricos, vendidos desde 2019.

Nos Estados Unidos, a montadora já iniciou as vendas do VNR Electric, que estão sendo entregues aos primeiros clientes neste ano.

“Há um enorme potencial para eletrificar os transportes por caminhões na Europa. E também em outras partes do mundo, em um futuro muito próximo. Para provar isso, estabelecemos a ambiciosa meta de que os caminhões elétricos representarão metade das nossas vendas na Europa até 2030. Os novos caminhões pesados elétricos que estamos lançando agora são um passo gigante para atingir esse objetivo”, assegura Roger Alm.

Para o futuro

Atualmente, os caminhões elétricos da Volvo, movidos com baterias, tem autonomia de 300 quilômetros, no máximo. Para o futuro, a Volvo pretende lançar modelos movidos com células de combustível de hidrogênio, que podem ter autonomia superior aos 1.000 quilômetros.

“Essa tecnologia está se desenvolvendo rapidamente e nossa ambição é cobrir as rotas de longa distância usando baterias e células de combustível. Nosso objetivo é começar a vender caminhões elétricos a célula de combustível na segunda metade desta década”, finaliza Roger Alm.

Modelos elétricos

Volvo FH, FM e FMX Electric: Autonomia de até 300 km. Potência contínua de 490 kW. Torque máximo de 2400 Nm. Capacidade da bateria até 540 kWh. Peso Bruto Total (PBTC) 44 toneladas.

Volvo FE Electric: Autonomia de até 200 km. Potência contínua 330 kW. Torque máximo de até 850 Nm. Capacidade da bateria até 264 kWh. Peso Bruto Total (PBT) 27 toneladas.

Volvo FL Electric: Autonomia de até 300 km. Potência contínua de 165 kW. Torque máximo de até 425 Nm. Capacidade da bateria até 396 kWh. Peso Bruto Total (PBT) 16 toneladas.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados