O que fazer se um motor diesel disparar?

Um fenômeno assustador que, se não for parado, pode destruir um robusto motor diesel em poucos minutos. Esse é o disparo de um motor diesel. Geralmente ele começa por algum problema na bomba de combustível, na turbina ou nos anéis de vedação dos pistões, que passam a permitir a passagem de óleo lubrificante para o cilindro. Esse óleo começa a ser queimado, e, mesmo se o combustível for cortado, o motor segue funcionando, de forma descontrolada.

A rotação do motor fica altíssima, bem acima dos limites projetados pela montadora. Do escapamento sai uma nuvem de fumaça branca, e o ruído fica muito alto. Se não for parado a tempo, o motor acaba tendo uma quebra violenta, geralmente com pedaços que saem voando, destruindo o bloco do motor.

Como os motores diesel, que funcionam sem velas de ignição, e tem o funcionamento por compressão, não tem nenhum sistema de controle de entrada de ar na admissão, quanto mais combustível entra no cilindro, mais o motor acelera.

Nos caminhões mais antigos, que tinham bombas injetoras mecânicas, problemas na bomba podem gerar o disparo do motor. Nos modelos mais modernos, com sistema de injeção eletrônica, o disparo de um motor por excesso de combustível é praticamente nulo.

Geralmente, o mais comum, como citado no início do texto, é a entrada de óleo lubrificante nos cilindros. Isso acontece em motores que tem os anéis dos pistões muito desgastados. Parte da pressão da explosão do diesel passa para o cárter, e empurra óleo para dentro do motor. Se a quantidade de óleo for alta, o motor pode disparar.

E isso causa um efeito cíclico. Quanto mais óleo entra no motor, mais o motor acelera e mais pressão ele gera no cárter, que empurra mais óleo para dentro do motor.

Já no caso do problema na turbina, ela acontece se houver quebra do eixo. O lubrificante do sistema passa a entrar no motor, gerando o disparo. E inicia-se o ciclo citado acima.

Para parar um motor disparado não adianta cortar a alimentação de diesel nem desligar a parte elétrica. A única forma de parar o motor é bloquear a entrada de ar.

Para um motor funcionar ele precisa de combustível, ignição e ar. Nos motores diesel, a ignição se dá por compressão, não sendo usada faísca elétrica. O combustível, se o motor disparar, deixa de ser o diesel e passa a ser o óleo lubrificante. Por isso, a única forma é cortar a entrada do terceiro elemento, o ar.

Porém, é preciso ser rápido. O motor começa a se destruir em pouco tempo, e quanto mais demorar para o motor ser parado, mais perigoso fica se aproximar, já que uma quebra brusca dos componentes pode lançar pedaços metálicos à grandes distâncias. Ah, e o problema pode acontecer em qualquer veículo diesel, como caminhões, ônibus, picapes e até em locomotivas.

A entrada de ar pode ser bloqueada com panos, madeira, lona e qualquer outro tipo de material forte o suficiente para vencer a pressão da entrada de ar.

Mas melhor que saber como parar um motor disparado, é não precisar parar um motor disparado. Por isso, a manutenção preventiva é sempre a melhor opção.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

7 comentários

Di Santos 26/04/2021 - 17:28

Meu medo de comprar um carro usado a diesel é ele nao ter feito boas manutenções e acontecer isso. Na verdade eu já vi até carros modernos disparando, daí tenho coragem de comprar nem novo, apesar da vontade.

Reply
Sergio 21/04/2021 - 09:48

Ótimas dicas de vomo sair deste problema. Achei que com a alta aceleraçao,a caixa nao apagaria o motor.

Reply
Gato Preto 20/04/2021 - 17:02

Basta somente engrenar uma marcha mais fraca, 4 ou 5a, segurar no freio e soltar a embreagem lentamente até o motor perder força e apagar!

Reply
Cassio roque 20/04/2021 - 11:14

Já aconteceu comigo quando trabalhava com ônibus é muito rápido não acusou óleo, aquecimento nada não teve como fazer nada,só foi muito perigoso está na rodoviária dos Bandeirantes na 3 faixa ultrapassando quando o motor começou a empurrar com muito mais pressão quando parei alguns metros depois o motor jogou água toda fora já tinha perdido o motor.E um caso difícil, bom ter companheiros pra explicar suas experiencias pra nós ajudar com está questão,pra mim não deu tempo de nada.

Reply
Josildo Alves Da Silva 19/04/2021 - 22:41

Tenho a seguinte opinião a respeito do disparo de um motor a diesel elevando sua rotação ao máximo na qual haverá de qualquer forma avaria no motor.
Se uma pessoa estiver próximo o veículo ou dentro da cabine e se tal aceleração acontecer, acione o freio de mão, pise e segure firme o freio do pé. Acione a embreagem e tente engatar a 1a. o a 2a..e tirando o pé suavemente o motor vai baixando a rotação até apagar totalmente.
Motor diesel com câmbio automático, deixe a marcha em “D” ou 1a. Use o freio de mão e flexione o freio de pé e segure. Ele vai apagar.

Bom é isto que fiz em uma viagem de S. P. a Belo Horizonte onde o motor na cidade de Extrema veio a dar esse alto giro a ligar para seguir viagem.

Reply
Almiro Filho 19/04/2021 - 18:52

Uma outra solução é engrenar o veículo, mantendo ele feriado e solte a embreagem, isso para os veículos com câmbio manual.

Reply
Edson Éleres 19/04/2021 - 18:37

Essa situação do disparo de um motor a diesel é bem rapida, nao dando quase tempo de fazer algo. Mas, uma solução pra isso seria a adaptação de uma borboleta no coletor de admissão acionada por uma valvula solenoide, estilo afogador.

Reply

Deixe um comentário!

Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos Montagem de caminhões no Brasil segue em alta