O que fazer se um motor diesel disparar?

por Blog do Caminhoneiro

Um fenômeno assustador que, se não for parado, pode destruir um robusto motor diesel em poucos minutos. Esse é o disparo de um motor diesel. Geralmente ele começa por algum problema na bomba de combustível, na turbina ou nos anéis de vedação dos pistões, que passam a permitir a passagem de óleo lubrificante para o cilindro. Esse óleo começa a ser queimado, e, mesmo se o combustível for cortado, o motor segue funcionando, de forma descontrolada.

A rotação do motor fica altíssima, bem acima dos limites projetados pela montadora. Do escapamento sai uma nuvem de fumaça branca, e o ruído fica muito alto. Se não for parado a tempo, o motor acaba tendo uma quebra violenta, geralmente com pedaços que saem voando, destruindo o bloco do motor.

Como os motores diesel, que funcionam sem velas de ignição, e tem o funcionamento por compressão, não tem nenhum sistema de controle de entrada de ar na admissão, quanto mais combustível entra no cilindro, mais o motor acelera.

Nos caminhões mais antigos, que tinham bombas injetoras mecânicas, problemas na bomba podem gerar o disparo do motor. Nos modelos mais modernos, com sistema de injeção eletrônica, o disparo de um motor por excesso de combustível é praticamente nulo.

Geralmente, o mais comum, como citado no início do texto, é a entrada de óleo lubrificante nos cilindros. Isso acontece em motores que tem os anéis dos pistões muito desgastados. Parte da pressão da explosão do diesel passa para o cárter, e empurra óleo para dentro do motor. Se a quantidade de óleo for alta, o motor pode disparar.

E isso causa um efeito cíclico. Quanto mais óleo entra no motor, mais o motor acelera e mais pressão ele gera no cárter, que empurra mais óleo para dentro do motor.

Já no caso do problema na turbina, ela acontece se houver quebra do eixo. O lubrificante do sistema passa a entrar no motor, gerando o disparo. E inicia-se o ciclo citado acima.

Para parar um motor disparado não adianta cortar a alimentação de diesel nem desligar a parte elétrica. A única forma de parar o motor é bloquear a entrada de ar.

Para um motor funcionar ele precisa de combustível, ignição e ar. Nos motores diesel, a ignição se dá por compressão, não sendo usada faísca elétrica. O combustível, se o motor disparar, deixa de ser o diesel e passa a ser o óleo lubrificante. Por isso, a única forma é cortar a entrada do terceiro elemento, o ar.

Porém, é preciso ser rápido. O motor começa a se destruir em pouco tempo, e quanto mais demorar para o motor ser parado, mais perigoso fica se aproximar, já que uma quebra brusca dos componentes pode lançar pedaços metálicos à grandes distâncias. Ah, e o problema pode acontecer em qualquer veículo diesel, como caminhões, ônibus, picapes e até em locomotivas.

A entrada de ar pode ser bloqueada com panos, madeira, lona e qualquer outro tipo de material forte o suficiente para vencer a pressão da entrada de ar.

Mas melhor que saber como parar um motor disparado, é não precisar parar um motor disparado. Por isso, a manutenção preventiva é sempre a melhor opção.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DO NOSSO CANAL DO TELEGRAM