Randon exporta implementos quatro eixos para o Senegal

por Blog do Caminhoneiro

O Senegal irá receber pela primeira vez um lote de semirreboques plataforma produzidos pela Randon Implementos. Para os próximos meses, estão previstas exportações de modelos tanque e basculantes. Além do Senegal, o Quênia também vai ter a volta das operações de uma unidade de montagem CKD (Completely Knocked Down), de componentes de semirreboques exportados desmontados do Brasil, marcando a retomada dos negócios da Randon Implementos com os mercados do continente africano em 2021.

“São movimentos que reforçam a nossa estratégia contínua de presença internacional da companhia. Estamos conseguindo reverter uma tendência, dos últimos anos, de diminuição dos volumes de exportação de semirreboques para o mercado africano, em razão do cenário econômico vivido naqueles países. Nossas equipes estão atuando fortemente na prospecção de novos clientes e abertura de oportunidades, em países como Quênia, Costa do Marfim, Nigéria, e agora, o Senegal. Isso reforça”, destaca o diretor geral da Randon Implementos, Sandro Trentin.

Entre as fabricantes de implementos brasileiras, a Randon é a maior exportadora do segmento, exportando 7 em cada 10 implementos que saem do Brasil.

Em mais de 50 anos de história, a Randon já comercializou mais de 70 mil unidades no exterior. Para países da África, esse volume alcança, aproximadamente, 20 mil produtos.

Atualmente, os principais mercados, no continente africano, para produtos exportados de forma completa, no modelo conhecido pela sigla CBU (Completely Built Up), são Angola, Congo, Costa do Marfim, Moçambique e Gana. A empresa mantém ainda parcerias estratégicas com unidades de montagem CKD na Argélia, Costa do Marfim, Egito e Etiópia.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

1 comentário

Sebastião Nunes mota 02/04/2021 - 09:48

No brasil carreta 4 eixo e proibido s vc fizer não consegui a documentação.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!