Empresa transforma caminhão Volvo cabine simples em uma verdadeira casa para o caminhoneiro

por Blog do Caminhoneiro

Estrutura completa para quem mora na estrada e passeia em casa. Essa é a ideia por trás da empresa ARI Legacy Sleepers, que constrói cabines imensas para caminhões de todas as marcas nos Estados Unidos. Nesta semana, a empresa colocou a venda uma de suas últimas criações, um Volvo VNL 64T300 com uma cabine de 4,57 metros de comprimento.

Originalmente, o caminhão era um Volvo VNL 300, vendido pela montadora nos Estados Unidos com a menor cabine, comumente chamada de day-cab, para operações de curta distância. Esse tipo de conversão geralmente é feita para proprietários-operadores, que dirigem o próprio caminhão, como os autônomos no Brasil.

O caminhão é equipado com motor Volvo D13, com 500 cavalos de potência, Câmbio I-Shift de 12 velocidades e tração 6×4. Apesar do tamanho, o veículo poderá circular com implementos de até 53 pés de comprimento, devido às leis dos Estados Unidos não levarem em consideração o tamanho do cavalo-mecânico para limitar o comprimento das composições.

VNL 300 Original

O chassi do caminhão foi aumentado, e em cima dele foi instalada uma grande cabine, reforçada, com itens de casa de luxo para o caminhoneiro.

Por fora, o caminhão apresenta um visual imponente, graças ao design do VNL, já no modelo 2022.

Por dentro, a traseira da cabine é cortada para que o motorista possa acessar a “casa” do caminhão, que conta com uma entrada exclusiva, cozinha completa, com refrigerador, forno, fogão, pia, exaustor, armários e gavetas, além de sala de estar e jantar, com mesa e sofás, que podem ser dobradas para acessar a cama, que é de casal, TV de 45 polegadas e sistema de som ambiente, e conta ainda com banheiro completo, com chuveiro e sanitário.

Para gerar energia para todos os equipamentos e também para o ar-condicionado central, o caminhão conta com um gerador diesel de 7.500 Watts.

O preço pedido para o modelo não foi apresentado pela ARI Legacy Sleepers, mas deve superar os US$ 300 mil, já que o caminhão é novo e a personalização foi feita recentemente.

Veja em 3D acima

Modelos usados, como um Peterbilt 579 2018, com cabine semelhante, mas menor, de 3,65 metros, está sendo vendido como usado por US$ 195 mil. Esse valor supera o valor do Peterbilt 579 Zero KM, que fica na casa dos US$ 180 mil. Veja o anúncio completo no link https://legacysleepers.com/2022-Volvo-VNL64T300-with-180-Inch-ARI-Legacy-II-RBSD-Sleeper—2102.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

4 comentários

Leandro Luiz Frizon 08/07/2021 - 01:02

É lindo,e um exemplo de como estamos atrasados no Brasil.
Lá por exemplo:um caminhão dessa configuração roda com um conjunto carreta de dois eixos,em auto estradas,aqui no Brasil, temos as piores rodovias do mundo,e nelas rodam os maiores e mais pesados caminhões.
Nove eixos em rodovias precárias,tá tudo ao contrário mesmo….

JESSE CANDIOTTO PEREIRA 05/06/2021 - 13:19

Que matéria top! Muito bom! Assim que é bom ler uma matéria, bem explicado e com várias imagens! Até 3D!!!!

André Jesus 01/06/2021 - 12:52

Pensa igualzinho a você Pena que Brasil é uma bosta e sempre será a legislação aqui no Brasil não deixa você fazer nada nenhuma simples roda esportiva você pode ponhar no seu carro sem ter que desenbolsar uma graninha para poder legalizar

Valter Frazao Bezerra 27/05/2021 - 14:08

Um caminhão neste estilo, vendia a casa e iria trabalhar e morar à vida toda, cada dia um lugar diferente.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: