Tomasi amplia frota com 61 caminhões Volkswagen

por Blog do Caminhoneiro

A Tomasi Logística, de Lajeado, no Rio grande do Sul, adquiriu recentemente 61 caminhões Volkswagen Constellation, dos modelos 24.280 e 19.360, esses últimos equipados com a nova transmissão automatizada V-Tronic ZF Traxon de 12 velocidades.

A Tomasi atende clientes por todo o país, e conta com 11 unidades espalhadas pelo território brasileiro. São mais de 1.200 cargas transportadas mensalmente atendendo os setores de alimentos, automotivo, embalagens e eletroeletrônicos.

“Percebemos que os caminhões Volkswagen se encaixam perfeitamente em nossa operação, por isso fizemos o investimento e adquirimos 61 caminhões da família Constellation. O slogan ‘sob medida’ da marca é efetivamente uma característica dos caminhões da VWCO que atendem as diversas operações dos clientes, desde os veículos leves até os extrapesados. Todos os modelos estão de acordo com as nossas expectativas, com o consumo esperado, e estamos bem contentes com a compra, atendimento. Esperamos fortalecer nossa parceria com a marca cada vez mais”, ressalta Rodrigo Tomasi, diretor da transportadora.

A negociação foi realizada com a concessionária Mondial Veículos, também de Lajeado, que irá realizar todo o suporte de pós-venda à Tomasi.

“Ficamos muito orgulhosos de atender cliente com uma trajetória consolidada em nossa região, como a Tomasi Logística. Além da entrega dos veículos, nós fomos responsáveis pelo treinamento de direção econômica para seus motoristas, assim todos eles estão aptos para aproveitar ao máximo a nova transmissão e pacote de funcionalidades da família VW Constellation V-Tronic”, comenta Josias Carpes, gerente comercial de Vendas da concessionária.

Nova transmissão automatizada

A nova caixa V-Tronic Traxon de 12 velocidades está disponível para os modelos Constellation 24.330, 30.330, 19.360 e 25.360, tonando essa família de veículos ainda mais competitiva, com foco total em conforto, segurança e ótimo custo operacional.

A nova transmissão ZF Traxon reduz o nível de ruído em até 35%, auxiliando no bem-estar do motorista a bordo. Com torque de entrada máximo de 2.400 Nm, a caixa proporciona robustez a toda prova e trocas de marchas mais rápidas, com menor interrupção na transmissão do torque. Outra vantagem é a engenharia modular da transmissão, que proporciona manutenções mais rápidas e simples.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados