Raio atinge e destrói interior de picape Ford

Geralmente, qualquer automóvel funciona como uma Gaiola de Faraday quando recebe uma descarga elétrica poderosa. Ou seja, toda a energia é desviada do interior do veículo, que permanece isolado, e protege os ocupantes. Isso funciona com raios e também em caso de acidentes com redes de alta tensão.

Mas não foi bem isso que ocorreu na última semana, com uma picape Ford Super Duty, um modelo voltado para trabalho. Um raio atingiu o para-brisa da caminhonete em um estacionamento. Por fora, aparentemente apenas o para-brisa teria sido danificado, mas, ao olhar por dentro, tudo derreteu, devido à temperatura do raio.

A forração do teto e o painel foram muito danificados pela descarga elétrica, sendo que o caminho que o raio percorreu dentro do veículo ficou acentuado pela destruição.

Por sorte, no momento em que foi atingido pela poderosa descarga elétrica, o veículo estava em um estacionamento, e ninguém se feriu. Provavelmente, o fato do veículo não ter funcionado como a Gaiola de Faraday foi pelo raio ter atingido o para-brisa, e não a lataria, conseguindo entrar no interior da picape. As imagens são de Eric Wilkinson, que vive em Michigan, nos Estados Unidos.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Volvo FH 540 é o caminhão mais vendido do Brasil Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt