BMW começa a usar caminhão de bombeiros elétrico em Santa Catarina

A fábrica da BMW em Araquari, no estado de Santa Catarina, começou a usar um pequeno caminhão de bombeiros, totalmente elétrico. O Veículo Elétrico Compacto de Combate a Incêndio é mais um passo na direção global da empresa em garantir o futuro da mobilidade sustentável.

A Unidade de Combate Incêndio Elétrica (UCI Elétrica) foi desenvolvida especialmente para a planta catarinense da BMW e é o primeiro modelo com essa configuração fabricado no Brasil. O desenvolvimento do veículo foi feito pela fabricante de modelos elétricos de carga Hitech, de Curitiba (PR), e a Mitren, de Porto Alegre (RS), especializada na fabricação de veículos de combate a incêndio.

A inspiração para o projeto veio da fábrica do BMW Group em Leipzig, na Alemanha, que possui um modelo similar. A UCI Elétrica serve para o atendimento a eventuais ocorrências dentro dos prédios produtivos de Carroceria, Pintura, Montagem e Logística e se destaca por ser compacto e acessível às áreas internas da planta de Araquari, o que lhe confere maior rapidez e eficiência de uso.

O caminhão conta com uma bomba de dois cilindros, com pressão de 150 bar, além de um sistema extintor de incêndio com capacidade para 500 litros de água. Essa configuração possibilita uma vazão d’água de 50 litros por minuto, com alcance do jato de 13 metros.

O veículo não emite gases poluentes nem ruídos durante a operação, e está preparado para responder a vários tipos de emergência como capturas de animais, vazamentos de produtos perigosos, pré-atendimento médico e incêndios.

Depois de pronto, o veículo também ganhou placas fotovoltaicas para que possa ser carregado também com energia solar. O que garante autonomia ininterrupta de operação de 100 quilômetros.

“A Unidade de Combate a Incêndio Elétrica está em consonância com os objetivos do BMW Group de assegurar o futuro da mobilidade sustentável. Nosso objetivo é reduzir as emissões de CO2 em 80% na produção dos nossos veículos, em 40% no uso e 20% na cadeia de fornecedores, até 2030, em comparação com 2019. Por isso, fico muito feliz em ver que nosso time busca inovações e melhorias em todos os processos”, ressalta Mathias Hofmann, diretor geral da planta.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Na década de 1980, caminhão elétrico já era realidade no Brasil Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA