Produção de caminhões tem alta de 24,6% em outubro

por Blog do Caminhoneiro

A recuperação da indústria dos efeitos causados pela pandemia do coronavírus tem trazido excelentes resultados na comparação com o ano de 2020, quando praticamente tudo parou por causa do vírus. A produção de caminhões é um dos setores que se recupera com maior velocidade, apresentando resultados positivos em praticamente todos os cenários.

No mês de outubro, foram produzidos 13.582 caminhões, ante 10.902 de outubro de 2020, o que mostra uma alta de 24,6%. Apesar da alta no comparativo com o mesmo mês de 2020, a produção de setembro desse ano foi 1,7% maior do que em outubro, com 13.816 unidades.

No acumulado entre janeiro e outubro, a produção foi de 131.884 caminhões, alta de 91,2% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram produzidos 68.997.

Apesar dos bons números, a produção ainda não atinge o nível desejado pelas montadoras devido à falta de componentes para produção, especialmente semicondutores.

“Os esforços das áreas de Compras, Logística e Manufatura das montadoras merecem todos os elogios, mas infelizmente a demanda reprimida, somada ao tradicional aquecimento de fim de ano, poderá não ser atendida pela oferta”, afirmou o presidente da ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Autoveículos), Luiz Carlos Moraes.

Exportação

As exportações de caminhões novos também seguem em alta, com 2.305 unidades vendidas para o mercado externo em outubro, ante 1.976 em setembro, alta de 16,6%. No comparativo com outubro do ano passado, que exportou 1.474 unidades, a alta é de 56,4%.

Já no acumulado, são registradas 18.964 unidades exportadas, ante 10.174 do mesmo período do ano passado, alta de 86,4%.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

1 comentário

Vanderson Piovesan 08/11/2021 - 15:13

O Diesel aumentando.. o frete baixando.. e as industrias vendendo mais.. Tem alguma coisa errada aqui que não está certa.

Reply

Deixe um comentário!