Caminhoneiro receberá indenização de R$ 407 mil por falta do vale-pedágio

por Blog do Caminhoneiro

Um caminhoneiro representado pelo Escritório de Advocacia Ranalli, será indenizado em R$ 407 mil pela não antecipação do vale-pedágio. De acordo com o escritório, a empresa contratante dos fretes, do estado do Ceará, contratou o caminhoneiro em diversas oportunidades pelo período de um ano. Durante as contratações, a empresa embutiu o valor de pedágio no valor do frete, e por consequência, não antecipou o vale pedágio conforme determina a lei.

Dessa forma, foi verificado que a empresa agiu de forma ilegal, haja vista que a Lei n. 10.209/2001 é clara ao dizer que no caso de não antecipação do vale-pedágio é devido ao transportador a multa do dobro do valor do frete, o juiz julgou procedente todos os pedidos do autor.

Como nesse caso foram muitos os fretes, a indenização foi fixada no valor de R$ 407.000,00 (quatrocentos e sete mil reais) em favor do caminhoneiro. O processo ainda aguarda o trânsito em julgado com os prazos de recursos.

Para maiores esclarecimentos sobre a Lei da Antecipação do Vale Pedágio
Telefone: (41) 98802-1745 e (41) 99179-0598
E-mail: jurídico@ranalliadvocacia.com.br

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

3 comentários

José Agedir 30/01/2022 - 12:33

Quase todas não pagam pedágio e tbm descontam lInss e não repassam para o motorista se liguem.fica dica.

Reply
Luiz 28/01/2022 - 08:47

Essa de que a transportadora paga o pedágio é tudo enganação .Ou diz que colocou junto com o frete ou separa o valor é fala que é o pedágio.
Resumindo o motorista sempre paga o pedágio.

Reply
Jorandi Sutil Rodrigues 28/01/2022 - 06:07

A maioria das transportadoras não pagam ,dizem q está embutido no valor do frete ,fica aí o aviso q temos esse direitos , é só reinvidicar ,mas cadê coragem???????

Reply

Deixe um comentário!