Caminhões Peterbilt passam a contar com novo câmbio de 18 marchas

por Blog do Caminhoneiro

A Peterbilt anunciou na segunda-feira, 15 de fevereiro, a adição da opção da caixa de câmbio Paccar TX, batizada de TX-18, a no transmissão é disponível para os modelos 567, 579 e o clássico 389, desde que sejam equipados com motores Paccar MX-11 e MX-13.

O novo câmbio foi desenvolvido para ampliar a produtividade, eficiência e tempo de atividade, garantindo que os caminhões fiquem mais tempo na estrada. De acordo com a marca, o novo câmbio é ideal para aplicações vocacionais, como transporte de cargas excepcionais, basculantes e guindastes. O novo câmbio suporta torque até 2.500 Nm, para Peso Bruto Total de 65 toneladas.

O câmbio é construído com carcaça de alumínio fundido em alta pressão, com sistema de lubrificação de precisão, e conta com um sistema de refrigeração do óleo para garantir que o câmbio sempre trabalhe na faixa ideal de temperatura.

São quatro opções de escalonamento de marchas, com duas aberturas para tomadas de força, totalizando até 160 cavalos de potência. As primeiras marchas são bastante reduzidas, garantindo excelente manobrabilidade, com escalonamento suave.

Como opcional, os caminhões poderão receber até 6 marchas-à-ré, garantindo altas velocidades na versão TX-18 Pro.

“A integração dos novos TX-18 e TX-18 Pro com a linha de motores MX da PACCAR aumenta ainda mais a capacidade da Peterbilt de fornecer aos nossos clientes o menor custo total de propriedade e os caminhões de melhor desempenho do setor. Os ganhos em produtividade, eficiência, tempo de atividade e facilidade de uso para os motoristas tornam essas transmissões obrigatórias”, disse Jacob Montero, gerente geral de vendas da Peterbilt.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!