Condutores do Super Rodotrem precisarão de Curso de Cargas Indivisíveis

por Blog do Caminhoneiro

Os motoristas profissionais que forem conduzir as composições do tipo super rodotrem terão que ter curso especializado de transporte de cargas indivisíveis. É o que diz a Deliberação Contran Nº 256, de 12 de abril de 2022.

“Art. 12. ………………………………………………..

Parágrafo único. Até que seja regulamentada a capacitação de que trata o caput, fica autorizada a condução da CVC por condutor capacitado no curso especializado de transporte de cargas indivisíveis, definido em normativo específico do CONTRAN.”

O texto da Resolução Contran Nº872, de 13 de setembro de 2021, que criou esse tipo de composição, diz, em seu Artigo 12, que os motoristas deverão ser devidamente capacitados em condução de veículos dessas características, o que deveria ser regulamentado em normativo específico do Contran.

Apesar disso, o órgão ainda não definiu um curso específico para os motoristas do Super Rodotrem, e, até que seja criado, será exigido apenas o curso especializado de transporte de cargas indivisíveis.

O curso especializado de transporte de cargas indivisíveis capacita os motoristas profissionais para o transporte de cargas com peso e dimensões excedentes ao regulamentado pelo Contran, e é exigido também para operações com cargas superdimensionadas.

Além do curso para o motorista, a utilização do super rodotrem, de 11 eixos e 91 toneladas de PBTC, ainda é condicionada à uma série de regras extras, como velocidade máxima, sinalização especial, e distância máxima dos trajetos, que deverá ser de, no máximo, 80 quilômetros. E eles só são permitidos para o transporte de cana-de-açúcar.

Veja a Deliberação Contran Nº 256, de 12 de abril de 2022 na íntegra, CLICANDO AQUI.

Para saber mais sobre esses veículos, acesse o link abaixo:

Contran publica resolução que libera circulação do Super Rodotrem, com 11 eixos e 91 toneladas de PBTC

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

7 comentários

Als 21/04/2022 - 23:55

Muitas regras e pouco benefícios para quem realmente precisa . Isso é uma vergonha pra categoria CONTRAN #lixo

Reply
Lúcio Nelson Gonçalves 21/04/2022 - 21:53

Esse povo não cansa de roubar os profissionais do transporte, curso de cargas indivisíveis, quer dizer que a categoria “E” não tem mais finalidade alguma
agora tudo que vc vai transportar tem que ter o “tal do curso” . Quero ver qual vai ser a próxima!!!

Reply
Cleiton 18/04/2022 - 14:49

Ficam ESCOLHENDO de mais não dao chances pra quem realmente quer trabalhar. Esses dinos de transportadoras q se clone pra poder ser esmagado ou queimados bas estradas q sao uma merda. FoDa-Se

Reply
Jair garcia 18/04/2022 - 07:50

O Brasil é uma vergonha órgãos como o CONTRAN nem deveriam existir pois quem comanda não entende nada de transporte nada mais é que um cabide político e quem paga o pato somos nós os motoristas profissionais

Reply
José Ferreira 18/04/2022 - 05:08

Todas as dificuldades são impostas a quem carrega esse país nas costas.
INFELIZMENTE!

Reply
João Deneusdete da Silva 16/04/2022 - 13:28

Acho gue deveria pensar melhor .já não tem motorista vai ficar com caminhos parados

Reply
Adilson Rogério Corrêa de Moraes 16/04/2022 - 08:05

Vai faltar mais condutor para caminhões. Muita exigência para motorista. Digo por mim , por isso parei de trabalhar com caminhão, não vale mais a pena

Reply

Deixe um comentário!