Polícia italiana impede exportação de 60 caminhões sucateados para a África

por Blog do Caminhoneiro

Pelo menos 60 caminhões produzidos na Europa há mais de doze anos, que estavam sendo embarcados para a África, foram apreendidos pela Guardia di Finanza de Veneza, na Itália.

De acordo com o Ministério Público italiano, o empresário responsável pela exportação enviava para países do norte da África caminhões antigos, sucateados e com peças faltantes, que eram vendidos com preços mais baixos, e com documentação considerada fraudulenta.

Os agentes já acompanhavam a movimentação há algum tempo, notando o grande movimento de caminhões ao porto da região. A empresa responsável pela exportação conseguia um processo de emergência, que permitia a exportação de forma irregular.

Caminhões usados da Europa são vendidos para diversos países do mundo, mas é necessário que atendam a requisitos de segurança, emissões e conservação, o que não era o caso dos veículos apreendidos no porto.

Com a exportação irregular para a África, os caminhões acabavam minando os esforços da Europa em reduzir as emissões de poluentes em nível mundial. A África ainda não tem políticas abrangentes de emissões para veículos, e é bastante comum que caminhões considerados “Euro 0”, ou seja, sem nenhum controle de emissão de poluentes, sejam vendidos na região.

Além da questão ambiental, os transportadores africanos ficam sujeitos a veículos mais inseguros, com menos qualidade, e vendidos sem nenhuma garantia de funcionamento e durabilidade.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!