Novo modelo de CNH vai entrar em vigor, mas troca não será obrigatória

A Resolução Contran Nº886, publicada no final de 2021, começa a vigorar no próximo dia 1º de junho, trazendo alterações para emissão da Carteira Nacional de Habilitação. De acordo com o órgão federal, a nova CNH vai ser mais segura, trazendo mais dificuldade à falsificação, e também será adequada ao padrão internacional de documentos.

A principal alteração é no visual do documento, que também será emitido no formato físico e digital, como já acontece atualmente. A assinatura do motorista passa para a parte de trás do documento. Atualmente, fica após a dobra. Outra mudança é nas categorias que o motorista é habilitado, que deixa de ser apenas letras e passa a ser um quadro. O quadro para observações, como cursos especializados ou informações médicas, foi mantido.

A troca pelo novo formato não é obrigatória, sendo que deverá ser feita de acordo com a validade do documento atual. Ou seja, o motorista só terá o novo documento quando a CNH vencer e precisar ser renovada. A nova CNH também será disponibilizada para motoristas recém habilitados.

“A nova CNH será mais moderna, pois permitirá a inclusão do nome social e da filiação afetiva do condutor que assim desejar, em cumprimento às determinações legais. Foi incorporado também o código utilizado nos passaportes, aquele código internacional, permitindo que o condutor possa embarcar em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros”, explicou o Secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu T112MC – Scania desenvolveu modelo exclusivo para a Nova Zelândia Você lembra do seriado “As Aventuras de BJ” nos anos 1980? Caminhões chineses são equipados com cabine de modelo da década de 1970 Conheça o transporte Piggyback, muito usado nos Estados Unidos