Incêndio em pneus de caminhões são causados por problemas de manutenção

Casos de caminhões que são completamente destruídos em incêndios que começam em um dos conjuntos de rodas e pneus são mais comuns do que se imagina, e isso no mundo todo. Um levantamento realizado por uma instituição de segurança no trânsito da Austrália, a National Transport Insurance, mostra que cerca de 33% das perdas totais de caminhões por fogo começaram com incêndios em pneus.

A maioria dos casos relacionados a essa parcela de incêndios aconteceu em decorrência de problemas simples, como má regulagem do sistema de freio ou rolamentos desgastados. Ou seja, a maioria desse tipo de acidente seria evitado com manutenção preventiva efetuada corretamente.

“Rolamentos de roda, tambores de freio, linhas de combustível, cabos de bateria; se qualquer um desses itens estiver errado, seu caminhão de 200.000 pode se tornar 3.000 de sucata”, destacou a entidade, no relatório.

Outra parte dos acidentes aconteceu por conta de estouro do pneu dianteiro, coisa que praticamente não dá tempo suficiente para o motorista parar o veículo antes de perder a direção. Nesse caso, os incêndios começaram após a colisão com obstáculos e com outros veículos. Isso pode ocorrer pela utilização de pressão incorreta nos pneus.

Mas a causa predominante mesmo são as falhas em componentes do sistema de freio e os rolamentos, que acabam superaquecendo por trabalhar de maneira incorreta, e em pouco tempo podem fazer os pneus pegarem fogo.

O relatório aponta que 30% dos incêndios iniciados nas rodas e pneus são causados por problemas nos freios, 30% por problemas nos pneus, 15% pelos rolamentos de roda e o restante, 25%, são causados por falhas desconhecidas.

Já existem algumas tecnologias que podem monitorar e evitar esses problemas, controlando a pressão dos pneus, o funcionamento do sistema de freios e até a temperatura média do conjunto. Mas isso se faz desnecessário de houver cuidado correto com a manutenção do veículo.

Deixe um comentário!

Auxílio de R$ 1.000 para caminhoneiros é aprovado Conheça os detalhes do projeto Roda Bem Caminhoneiro Scania já teve 13 séries especiais no Brasil Conheça a nova série especial da Scania O Royal Eagle é um Scania 143 como você nunca viu