DHL investe em 40 novos caminhões elétricos

A DHL Supply Chain acaba de anunciar a aquisição de 40 novos caminhões elétricos, produzidos pela JAC, o que amplia a frota de caminhões zero emissões da empresa para 70 unidades.

Além disso, a maioria dos novos caminhões serão conduzidos por mulheres, uma iniciativa única no setor de transportes.

Graças aos novos caminhões, a companhia estima que irá evitar a emissão de cerca de 22 mil toneladas de CO2 (WtW) em cerca de 30 anos (frota atual, mais novas aquisições), contribuindo assim de forma significativa para sua meta de zerar emissões até 2050.

“Desenhamos esse passo com muito cuidado para avançar em dois valores fundamentais para a DHL Supply Chain: a sustentabilidade e a promoção da diversidade. Com os novos caminhões, haverá um impacto grande, pois a capacidade de carga deles é muito superior aos veículos utilitários, possibilitando que utilizemos este perfil de veículo em uma gama maior de projetos logísticos. Conseguimos também chegar a mais mercados e regiões do país com um impacto ambiental quase zero. Em relação a diversidade, já tínhamos práticas consolidadas de promoção entre nossa equipe de armazenagem e nas lideranças e agora conseguimos chegar também aos motoristas”, afirma Fábio Miquelin, Vice-presidente de Transportes da DHL Supply Chain.

Os caminhões adquiridos são do modelo JAC iEV1200T, caminhão VUC 100% movido a energia elétrica, com capacidade para até 4,1 toneladas de carga.

De acordo com a DHL, o veículo possui baixo custo operacional, autonomia de 250 km, baterias de fosfato de ferro-lítio de 97 kWh. Outras vantagens são a isenção de restrições na circulação urbana, silêncio, baixa trepidação na rodagem e agilidade na recarga.

Além desses caminhões, a frota da empresa já tem outros modelos totalmente elétricos, como caminhões semipesados e também utilitários leves.

A DHL Supply Chain é hoje um dos operadores logísticos com a maior frota de veículos elétricos de carga do Brasil, com uma frota zero emissões inclusive na emissão indireta do consumo de eletricidade, por realizar a neutralização com iREC (Certificado de Energia Elétrica).

Os novos caminhões serão usados para coletas e entregas em diversas regiões do Brasil, principalmente para os mercados de varejo, e-commerce, moda, consumo e insumos médicos e remédios, incluindo pontos como shoppings, farmácias, lojas de rua e supermercados.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal CAMINHONEIRO SEGUE TRABALHANDO AOS 90 ANOS DE IDADE