PRF flagra tritrem com 22 toneladas de excesso de peso no Rio Grande do Sul

Danos ao asfalto, redução da vida útil de componentes do veículo e aumento do risco de acidentes estão entre alguns dos problemas gerados pelo transporte de cargas com excesso de peso.

E a Polícia Rodoviária do Rio Grande do Sul tirou de circulação um tritrem que tinha carga suficiente para encher outra carreta, durante fiscalização realizada na BR-471, na região de Rio Grande-RS.

De acordo com os policiais, o caminhoneiro apresentou uma nota fiscal mostrando que o caminhão estaria carregado com 50 toneladas de toras de madeira. Como o volume constante na nota era visivelmente menor do que o que estava no veículo, foi realizada uma pesagem.

Em uma balança foi constatado que o caminhão estava pesando quase 100 toneladas de peso bruto total, quando o limite é de 74 toneladas para esse tipo de veículo. A aferição mostrou 22 toneladas de excesso.

Além de multa, o caminhão ficou retido para transbordo da carga excedente para outro caminhão, e o motorista foi autuado pelo crime de dano qualificado por excesso de peso.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal